Sampaoli pede contrato até 2022 para assumir Argentina, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

  • Darren Staples/Reuters

Apesar de a Associação de Futebol da Argentina (AFA) ter bancado a permanência de Edgardo Bauza na última quinta-feira, o jornal "Ole" publica nesta sexta que a troca de comando na seleção do país ainda é uma possibilidade. E Jorge Sampaoli, atualmente no Sevilla, é o favorito para assumir o cargo.

De acordo com a publicação, a federação argentina espera fechar o contrato com Sampaoli antes de demitir Bauza. Por isso, a reunião de quinta terminou com a permanência do treinador no cargo.

O "Olé" diz que existe otimismo dentro da AFA de um acerto até a Páscoa. A única condição do treinador seria um contrato até 2022, o que lhe daria a possibilidade de um ciclo completo no cargo até o Mundial do Qatar.

Caso realmente assuma a seleção argentina neste momento, Sampaoli terá um desafio mais imediato: garantir a vaga do país à Copa de 2018, na Rússia. Com Messi suspenso em três das últimas quatro partidas, a Argentina atualmente ocupa a quinta colocação das Eliminatórias e jogaria a repescagem por vaga caso o torneio se encerrasse hoje.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos