Tite revela que já foi procurado por Porto e Inter de Milão

Do UOL, em São Paulo

  • Pedro Martins/ MoWa Press

O técnico Tite concedeu uma entrevista nesta sexta-feira à "Rádio Bandeirantes" na qual confirmou que já foi procurado para trabalhar em dois grandes clubes europeus quando ainda treinava o Corinthians.

"Teve sim, antes da seleção teve quando estava no Corinthians, duas vezes e nada me demovia daquele projeto. Não foram valores e eu não queria nem falar", afirmou Tite, que explicou como ocorreu os contatos.

"O Porto era um dos clubes que estavam (interessados). A Inter de Milão também esteve no CT, ou uma pessoa ligada a eles, para conversar", contou, fazendo a ressalva que o contato foi feito por meio de representantes e empresários.

Porém, a possibilidade de treinar um time europeu ficou adiada diante do sim de Tite ao convite da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Segundo ele, não existe maior realização do que defender o próprio país.

"A maior realização que um profissional pode ter é representar o país, estou muito feliz. Em tempo, uma coisa que me ajuda é a minha família. As pessoas próximas a mim. Não tem nada maior do que a seleção brasileira", disse

O treinador, no entanto, admitiu que temeu não ser lembrado e não conseguir realizar o sonho. Tite era cotado para assumir a seleção após a Copa do Mundo de 2014, mas Dunga foi o escolhido.

"É um sonho que não sei se vai aparece de novo na minha frente", disse, antes de citar dois exemplos de profissionais que, apesar de uma carreira de sucesso, nunca treinaram a seleção. "Via o Abel que foi campeão mundial e não teve oportunidade e o Autuori, que tem uma grande carreira, e eu pensava comigo mesmo: se não der, já tenho uma desculpa".

Juca Kfouri: Momento de ficar de pé e aplaudir Tite e a seleção

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos