Como o centroavante Mandzukic virou arma da defesa da Juve?

João Henrique Marques

Do UOL, em Barcelona

  • Miguel Medina/AFP

Um centroavante alto, pesado e goleador. Mario Mandzukic é o chamado 9 puro, com as características citadas. Mas a transformação vivida pelo croata na Juventus impressiona. Gols ficaram em segundo plano e agora a função de defesa é ainda mais importante que a de ataque.

Mandzukic é considerado pela mídia italiano um dos segredos do sucesso da Juve nesta temporada. Ele foi deslocado para a ponta esquerda fazendo o esquema 4-2-3-1 dar certo. A pior temporada ofensiva da carreira é compensada com incríveis números defensivos.

O centroavante foi fazer o mesmo que o colombiano Cuadrado executa do outro lado do campo. Marcação pressão e o acompanhamento da linha ofensiva do adversário até a linha de fundo, se preciso. Logo em um dos primeiros testes impressionou: foram 9 desarmes na vitória por 2 a 0 contra o Sassuolo, fora de casa, pelo Campeonato Italiano.

"Vocês viram do que o Mandzukic é capaz? Ele dificilmente perde mano a mano defensivo. As pessoas precisam parar de colocar limites nos jogadores. Estamos tendo aula de versatilidade", disse o treinador da Juventus, Massimiliano Allegri após o jogo.

Allegri encontrou a solução para atuar com, em tese, quatro jogadores ofensivos. O centroavante Higuaín é quem tem menor responsabilidade defensiva e segue garantindo os gols para a Juventus - é o artilheiro do time Campeonato Italiano, com 19 gols -. O também argentino Dybala atua por trás do centroavante na mesma linha dos alas Cuadrado e Mandzukic. Com a formação, o time tem invencibilidade nos últimos sete jogos disputados no Campeonato Italiano - cinco vitórias e dois empates, e venceu as duas partidas contra o Porto, nas oitavas de final da Liga dos Campeões.

"O novo o módulo é ideal para desfrutar da grande qualidade que temos no ataque. Há tantos jogadores que atacam, mas se cada um fizer o seu trabalho da maneira certa somos mais fortes. O treinador me pede para encontrar um equilíbrio e agora me sinto bem atuando do lado do campo", destacou Mandzukic.

Os números 

O mapa de calor de Mandzukic em jogos da Juventus é assustador. O centroavante de ofício sumiu da grande área, tendo já realizado cinco jogos na nova função sem sequer finalizar ao gol. Por sinal, como ala esquerdo foi apenas um gol marcado em nove jogos.

Na temporada, Mandzukic atravessa a fase menos goleadora da carreira, com apenas sete gols, em 37 partidas.

Já a participação defensiva é o destaque. O site especializado em estatísticas, WhoScored, mostra que o croata é o atacante com maior média de roubo de bola no Campeonato Italiano, com 1,4 desarmes por jogo. Outro destaque é o fato de receber apenas 0,4 dribles por partida.

"A Juventus manteve uma filosofia defensiva, mas colocou os melhores atacantes para jogar. Inimaginável que fosse dar certo. Sem dúvida foi o empenho do Mandzukic que possibilitou isso", comentou Alain Valnegri, comentarista da emissora de televisão Bein Sports Itália.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos