Apresentador do 'CQC' e time tatuado no mamilo: o novo chefão do Palermo

Do UOL, em São Paulo

  • Tullio M. Puglia/Getty Images

    Paul Baccaglini assume a presidência do Palermo

    Paul Baccaglini assume a presidência do Palermo

Imagine o apresentador de um programa de humor assumir a presidência de seu time de coração. Ele é jovem (33 anos), tem mais de 60 tatuagens e esbanja carisma, perfil bem diferente do cartola típico. Por mais inusitado que o cenário pareça, ele é realidade na Itália. É a nova realidade do Palermo, equipe da Sicília.

O personagem em questão é Paul Baccaglini. Com passagens por MTV e outras emissoras, ele se notabilizou mesmo foi comandando o "Le Iene", versão italiana do CQC, cujo formato foi comprado para ser reproduzido na Europa. Baccaglini era o cara que não aliviava nas piadas e nas tiradas com famosos.

E como ele chegou à presidência do Palermo? Há alguns anos, Baccaglini foi um dos fundadores do Integritas Capital, fundo de investimentos que está finalizando a compra total do clube italiano. Ele foi o escolhido pelo grupo para assumir a presidência e já foi apresentado oficialmente pelo antecessor, Maurizio Zamparini, que ficou no cargo desde 2002 e no período demitiu 28 treinadores.

Tullio M. Puglia/Getty Images
Novo presidente tatuou o escudo do Palermo logo abaixo do mamilo

Em um de seus primeiros contatos com a imprensa à frente do Palermo, Baccaglini fez algo mais comum entre apresentadores do que entre dirigentes: abriu a camisa social que vestia e mostrou a nova tatuagem. É o símbolo do clube desenhado logo abaixo do mamilo esquerdo, "perto" do coração. E foi tudo culpa do programa que ele comandava.

"Eu estava dormindo e à 1h41 ouço alguém batendo na porta e uma voz dizendo 'presidente'. Eram as hienas [do 'CQC italiano']. O repórter perguntou: 'Está disposto a tatuar o escudo do Palermo?'. Eu já tenho o clube no meu coração, mas farei, respondi. Eles haviam levado o tatuador e tudo foi feito na hora", contou Baccaglini.

Outra tatuagem também chama a atenção: uma bandeira do Brasil e a palavra "obrigado". O motivo da homenagem é o amor. O agora dirigente é casado com a modelo brasileira Thais Souza Wiggers.

Mas esse bom humor de nada vai adiantar se o futebol não der resultado. E o Palermo vive situação difícil, figurando na zona de rebaixamento do Italiano restando apenas oito rodadas para o fim.

Baccaglini já anunciou quais serão seus pilares na administração do clube: um novo estádio, um centro de treinamento renovado e parcerias com startups que levem ideias inovadoras. O ex-presidente atuará como conselheiro, ajudando em questões específicas de futebol e de estrutura. Mas a curiosidade sobre o trabalho do "ex-CQC" é grande.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos