Coritiba perto de contratar artilheiro pivô da briga jurídica do Paranaense

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL, em Curitiba

  • Divulgação/ J. Malucelli

    Getterson e outros dois jogadores do Jota estão a caminho do Coxa

    Getterson e outros dois jogadores do Jota estão a caminho do Coxa

O Coritiba deve fechar ainda nesta semana a contratação do atacante Getterson e de outros dois jogadores do J. Malucelli como reforços para o Campeonato Brasileiro. Apenas detalhes separam o anúncio do negócio pelas partes. Getterson foi o pivô do problema jurídico com o J. Malucelli que resultou na perda de 16 pontos pelo clube e que pode ainda paralisar o Campeonato Paranaense. Além de Getterson, o meia Tomas e o lateral-direito Cristovam trocarão o Barigui pelo Alto da Glória.

Getterson jogou 10 partidas e marcou 5 gols no Paranaense. As três primeiras partidas, quando anotou três gols, foram as responsáveis pela punição ao Jota. O clube entendia que, de acordo com o regulamento, poderia regularizar o jogador até a nona rodada. Getterson constava no BID como emprestado ao FC Dallas, dos EUA. A procuradoria ofereceu denúncia com base na ausência do nome dele até após as três partidas contra Cascavel (fez 2 gols), Foz e Cianorte (fez 1 gol).

Artilheiro e envolvido em polêmicas: Getterson ganhou notoriedade em 2016 após ser anunciado e posar para fotos com a camisa do São Paulo, mas teve o contrato rescindido por conta de uma postagem antiga em redes sociais, em que se dizia corintiano e usava o apelido pejorativo "bambi" criado pelos rivais para ofender os tricolores. O jogador manifestou arrependimento, mas não ficou no Morumbi, rumando aos EUA. De lá, voltou ao J. Malucelli onde foi pivô de nova confusão. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos