Goleiro do Santos B atropela, mata menor e responderá por homicídio culposo

Bruno Thadeu, Dassler Marques e Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo

O goleiro Raphael Aflalo, 20 anos, será indiciado por homicídio culposo (sem intenção de matar) depois de atropelar, e matar, o ambulante Matheus da Silva Nascimento, 17 anos, no último domingo em Santos. A informação foi confirmada pela Polícia Militar. 

Raphael havia recentemente se desligado do Corinthians, por fim de contrato, e trabalha hoje no Santos B - não consta registro contratual entre o clube e ele, porém. Oriundo da cidade, e até com treinamentos entre os profissionais corintianos, Aflalo também já jogou no Jabaquara.  

O acidente ocorreu na tarde de domingo e foi flagrado por câmeras instaladas nos arredores do local, na avenida Epitácio Pessoa, próximo à rua General Rondon.

Nas imagens, é possível ver que o veículo conduzido por Raphael Aflalo, uma BMW, arranca em alta velocidade próximo a outro veículo e atropela Matheus da Silva, além de seu pai, que o ajudava a empurrar um carrinho de praia.

Conforme informações presentes em Boletim de Ocorrência realizado pela PM, Raphael estava com a carteira de habilitação vencida havia 11 meses. Ele se disponibilizou a realizar exame para provar que não havia ingerido bebida alcoólica, ainda segundo o B.O.  

O UOL Esporte tentou contato com Raphael Aflalo, que visualizou e não respondeu mensagens. O Santos, por sua vez, alega que o goleiro realiza apenas testes no clube. "Para esclarecimento, conforme solicitado, o Santos FC informa que o jovem Raphael Aflalo não possui nenhum vínculo contratual com o Santos FC e apenas estava em período de teste e observação na equipe do Santos B", informou via assessoria. 

Reprodução
Veículo dirigido por Aflalo após o acidente

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos