Torcida cerca ônibus, xinga Wenger e aumenta pressão no Arsenal

Do UOL, com agências internacionais

  • Alex Livesey/Getty Images

    Arsenal, de Wenger, perdeu fora de casa para o Crystral Palace, 3 a 0, pelo Campeonato Inglês

    Arsenal, de Wenger, perdeu fora de casa para o Crystral Palace, 3 a 0, pelo Campeonato Inglês

Dezenas de torcedores do Arsenal cercaram o ônibus que transportava a delegação do Arsenal e insultaram o técnico Arsene Wenger. O clima hostil aconteceu pouco depois da derrota dos Gunners contra o Crystal Palace, 3 a 0, pelo Campeonato Inglês.

O meia Ozil e o zagueiro Mustafi também foram xingados no momento em que entravam no ônibus. "Volta para a Alemanha", disse um torcedor em direção a Mustafi.

Apesar dos xingamentos direcionados ao técnico, os torcedores não arremessaram objetos em direção ao ônibus. O momento do Arsenal é ruim.

Com a derrota, o Arsenal está na 6ª colocação, com 54 pontos, e fora da zona de classificação para a Champions. O Chelsea lidera com 75 pontos.

Recentemente, o Arsenal levou duas goleadas do Bayern de Munique em jogos das oitavas da Liga. Nos últimos quatro jogos fora de casa, o Arsenal perdeu todos.

Mais críticas

As críticas a Arsene Wenger vieram também de ex-jogadores, torcedores e da mídia depois da derrota de 3 x 0. O ex-atacante Ian Wright escreveu no Twitter que o "vestiário está perdido".

Os jornais britânicos especularam que a derrota para o Palace pode selar o destino de Wenger. O Times disse que o Arsenal foi "superado na esperteza, na classe e no tempo. Chegou a hora de Arsène Wenger". Wenger mais uma vez se desviou das perguntas sobre seu futuro, afirmando que seria "inconveniente falar a meu respeito", mas está sendo muito pressionado a dizer se pretende continuar depois que seu contrato vencer durante o verão europeu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos