Eurico veta ESPN por crítica em programa. TV avalia atitude de apresentador

Leandro Carneiro e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em São Paulo e no Rio de Janeiro

  • Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

    Eurico Miranda não gostou das críticas da ESPN Brasil ao tradicional grito de "Casaca"

    Eurico Miranda não gostou das críticas da ESPN Brasil ao tradicional grito de "Casaca"

A ESPN Brasil está proibida de entrar em São Januário para fazer a cobertura de treinos e atividades do Vasco. A decisão foi tomada pelo presidente do clube, Eurico Miranda, após críticas do apresentador Rafael Ribeiro ao mandatário durante um programa da emissora no último sábado (8), após o Cruzmaltino eliminar o Flamengo e avançar à final da Taça Rio.

Momentos após o empate por 0 a 0 que garantiu a classificação vascaína, o clube postou um vídeo em seus canais oficiais do tradicional grito de "Casaca" puxado por Eurico dentro do vestiário, comemorando a vaga diante do maior rival.

Tão logo a ESPN reproduziu a imagem durante o programa de debate, Rafael Ribeiro fez duras críticas ao presidente e à sua comemoração com os jogadores. Na visão do apresentador e comentarista, tal classificação não merecia aquele festejo todo.

"Gostaria de deixar registrado meu protesto em relação ao que nós acabamos de ver. O Vasco já teve esse cântico exaltado em momentos muito mais propícios. Classificação para uma Taça Rio que não vale absolutamente nada, nem para o Campeonato Carioca, é assinar embaixo dos 'antis' que dizem que o Vasco acabou. Isso aqui para mim não vale. Se você vascaíno ficou feliz, gritou casaca hoje, estou fora disso aí", disse Rafael.

"Ele [Eurico] recentemente esteve aqui e falei 'isso aqui é Vasco'. Não é que eu defenda. Se tiver que meter o pau, serei o primeiro a fazer isso. Isso aqui que ele fez não é Vasco, pelo amor de Deus", completou o apresentador, apontando para o vídeo.

Insatisfeito com as palavras do comentarista da ESPN durante o programa, Eurico ordenou que a emissora fosse barrada por tempo indeterminado das dependências de São Januário. Na noite de segunda-feira (10), por e-mail, a diretoria cruzmaltina repassou a ordem do presidente ao canal.

E assim ocorreu. Na terça (11), nenhuma equipe da ESPN realizou a cobertura in loco do treino vascaíno.

Acostumada ao tom crítico diante das posturas do polêmico presidente, a emissora, desta vez, não comentou o caso em seus programas. O impasse é tratado internamente, especialmente pelo fato de a direção da casa ver razão parcial na reclamação de Eurico e entender que houve certo exagero nas palavras de Rafael.

Também por e-mail, a ESPN respondeu. A direção do canal buscou um diálogo com Eurico Miranda e disse que já estava resolvendo o caso. A emissora solicitou que a liberação do acesso ao clube fosse restabelecida tão logo uma solução interna sobre Rafael Ribeiro fosse encontrada. Eurico disse que aguardaria e avaliaria o caso na sequência.

Procurada pela reportagem do UOL Esporte, a ESPN confirmou o veto do Vasco e informou que analisará internamente a situação de Rafael Ribeiro. Veja abaixo a posição da empresa:

UOL Esporte: A ESPN foi informada sobre o veto?

ESPN: Sim. Por e-mail, via assessoria de imprensa. Infelizmente não nos surpreende, porque já aconteceu em outras oportunidades.

UOL Esporte: A emissora pretende fazer algo?

ESPN:
Sim. Claro. Já estamos conversando para resolver a questão. O que importa para a ESPN é a informação ao torcedor do Vasco. Temos enorme respeito pela instituição – e também por quem comanda o Vasco. Algumas desavenças podem fazer parte do percurso. Temos certeza de que vamos solucioná-las.

UOL Esporte: O que a ESPN achou do comentário?

ESPN:
A opinião forte é uma das nossas principais características. Temos comentários em todos os nossos programas. Nenhum comentário isolado pode ser capaz de abalar a relação entre duas instituições gigantes. A ESPN prima pela credibilidade e pela independência. Se a instituição Vasco (ou o presidente) se sentiu atingida por algum comentário nosso, compreendemos e vamos tentar chegar num bom termo com eles.

UOL Esporte: Alguma atitude será tomada em relação ao Rafael?

ESPN:
 Qualquer 'atitude' em relação a qualquer talento sempre foi tratada como questão interna.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos