Acusado de ter tatuagem de rival, argentino é atirado de arquibancada; veja

Do UOL, em São Paulo

Um torcedor foi atirado de cabeça uma arquibancada durante o clássico entre Belgrano e Talleres, pelo Campeonato Argentino. Segundo o site do jornal La Voz del Interior, o jovem de 26 anos foi agredido e jogado ao chão por torcedores do Belgrano. No Twitter, o jornalista Pablo Carrozza, especializado na cobertura de organizadas do país, escreveu que ele estava sendo acusado de ter uma tatuagem do time rival e estar no setor em questão como "penetra".

A vítima ainda teria sido novamente agredida por torcedores do Belgrano ao cair no chão e foi levada ao hospital em estado grave. "O paciente entrou com parada cardiorrespiratória e teve de ser reanimado. Agora, se encontra reservado e entubado", disse o médico Augustin Cuevas, médico do Hospital de Urgencias de Córdoba, à rede Cadena 3. Identificado pela família como Emanuel Balbo, de 22 anos, o torcedor ferido teria sofrido traumatismo craniano na queda.

Ainda de acordo com o canal de TV Cadena 3, a família de Balbo teria chegado ao hospital vestindo camisetas do Talleres, o que reforça a teoria de que teria sido identificado como penetra. Belgrano e Talleres fazem o maior clássico da cidade de Córdoba, que em campo terminou empatado por 1 a 1. 

As cenas da agressão, publicadas por La Voz del Interior no Twitter, mostram um grupo de torcedores do Belgrano dando chutes e socos em um homem perto do batente da arquibancada. Encurralada, a vítima se desequilibra e cai do lance de arquibancada. 

Veja a cena da queda abaixo:

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos