Por oitava final em 10 anos, Coritiba abre semifinal contra Cianorte

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL, em São Paulo

  • Divulgação/Coritiba

    Pachequinho aguarda Henrique Almeida para montar equipe contra o Cianorte

    Pachequinho aguarda Henrique Almeida para montar equipe contra o Cianorte

Apesar de tudo, o Campeonato Paranaense segue nesse domingo com suas duas semifinais confirmadas. Coritiba, Cianorte, Atlético e Londrina buscarão duas vagas na decisão. No Albino Turbay em Cianorte, 16h de domingo (16), Coritiba e Cianorte abrem sua série. Em comum, declarações de ambas as equipes de que buscam o título da competição – até aí, nada demais; as diferenças abrem quando se vê o histórico: o Cianorte busca sua primeira decisão, enquanto que o Coxa, maior campeão do Paraná, quer a oitava nos últimos 10 anos.

Para chegar lá – e conquistar seu 38º Paranaense – o Coritiba terá que vencer os únicos adversários que o derrotaram no turno de classificação. Perdeu para o mesmo Cianorte na primeira rodada (0 a 1) jogando fora de casa, para os reservas do Atlético no clássico na Arena (0 a 2) e para o Londrina, atuando com um time B, já na última rodada da primeira fase (0 a 1).

O técnico Pachequinho não estava no comando do time na derrota da primeira rodada, mas há era parte da comissão técnica então comandada por Paulo Cézar Carpegiani. Uma das dificuldades que ele espera está no campo em si, "Pelas dimensões do gramado, é uma equipe muito competitiva dentro de casa. Então, o jogo é um pouco diferente do que foi, talvez, em Cascavel, justamente porque a atmosfera é outra. Vamos nos preparar. Vamos montar a estratégia para este jogo, que é fundamental", analisou.

O treinador tem um problema para montar a equipe: a ausência do artilheiro do campeonato Kléber (9 gols), que levou o terceiro cartão amarelo no jogo de volta contra o Cascavel, atuando pendurado mesmo com uma vantagem de 5 a 0 obtida na ida. Apesar dos três gols, levou um cartão por impedir uma cobrança de falta rápida e desfalca uma linha de frente que aguarda por Henrique Almeida para ser escalado. Ele é dúvida e o colombiano Filigrana é alternativa. Pachequinho também tem dúvidas nas laterais, com Rodrigo Ramos e William Matheus se recuperando no Departamento Médico, mas com chances de atuar.

O Cianorte irá para cima do Coritiba com empolgação. Depois de amargar uma temporada na B estadual, o clube se reorganizou e já garantiu vagas na Série D do Brasileiro e na Copa do Brasil de 2018. "Queremos fazer história", declarou o goleiro João Gabriel; "Eles são os favoritos, não dá para negar, mas a gente quer surpreender", confirmou o técnico Marcelo Caranhato. Invicto em casa, o Cianorte tem um rosto conhecido da torcida coxa-branca em suas fileiras: o volante Léo Gago, vice campeão da Copa do Brasil pelo clube em 2011.

Campeonato Paranaense - Semifinal

Cianorte x Coritiba

Domingo, 16h, Albino Turbay – Cianorte

Cianorte

João Gabriel; Gerônimo, Breno, Maurício e Ganzer; Jovany, Léo Gago, Xavier e Eduardinho (Valdo); Vinícius e Dandan. Técnico: Marcelo Caranhato.

Coritiba

Wilson; Rodrigo Ramos (Dodô), Marcio, Walisson Maia e Henrique (William Matheus); Edinho, Alan Santos, Tiago Real e Anderson; Iago e Filigrana (Henrique Almeida). Técnico: Pachequinho.

Árbitro: Edivaldo Elias da Silva.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos