Raí deve aceitar convite de Leco para voltar ao São Paulo

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Leandro Moraes/UOL

    Raí deve aceitar convite de Leco

    Raí deve aceitar convite de Leco

Apesar de seus compromissos com o Instituto Gol de Letra, Raí deve aceitar o convite do presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, para integrar o Conselho de Administração do clube. O ex-jogador ainda não conversou formalmente com o dirigente, porém já sabia há algumas semanas do interesse do mandatário de contar com ele no conselho.

Segundo o UOL Esporte apurou, nos últimos dias, o ídolo recebeu até o apoio de familiares e amigos para aceitar o convite. Raí tinha receio de ser usado como garoto-propaganda e das questões éticas do clube. Em 2002, ele já teve um cargo na direção do Tricolor e a experiência, segundo pessoas ligadas ao ídolo, não foi das melhores. Outro problema apontado era como seria visto o seu retorno ao clube após a saída de seu sobrinho, Gustavo Vieira de Oliveira, do cargo de diretor executivo de futebol, no ano passado. 

 A tendência é de que ele se encontre com Leco nos próximos dias e seja oficializado no cargo. "O Leco chegou a anunciar, mas não tive nenhuma conversa oficial. Caso ele confirme esse convite, eu estarei disposto a ajudar o São Paulo. Vamos ver como serão os próximos dias", disse Raí, em entrevista à TV Gazeta. 

De acordo com o novo estatuto do clube, o Conselho de Administração será formado por nove pessoas: três eleitos nesta terça, o presidente e o vice, três indicados pelo presidente e um indicado pelo Conselho Consultivo.

Raí fez história como jogador no São Paulo. Em sua primeira passagem pelo Morumbi, entre 1987 e 1993, ele conquistou quase todos os títulos possíveis. Levantou, por exemplo, as taças do Brasileiro (1991), da Copa Libertadores (1992 e 1993) e do Mundial de Clubes (1992). Após se destacar pelo Paris Saint-Germain, ele voltou ao Tricolor e, de cara, ganhou o Paulista de 1998.

No pleito de terça-feira, foram eleitos Júlio Casares (com 133 votos), Silvio Médici (131 votos) e Adilson Alves Martins (131 votos) para o Conselho de Administração. Já Leco ganhou de Pimenta com 124 votos, contra 101 do adversário. Também foram definidos o presidente do Conselho Deliberativo, Marcelo Abranches Pupo Barbosa (129 votos), e os cinco integrantes do Conselho Fiscal: Wanderson Martins Rocha (42 votos), Augusto Silva Viola Alves (41 votos), José Edgard Galvão Machado (41 votos), Vinicius de Medeiros Cardoso Leite (40 votos) e Leandro Alvarenga Miranda (29 votos).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos