Hazard brilha, Chelsea vence Tottenham e vai à final da Copa da Inglaterra

Do UOL, em São Paulo

Eden Hazard viu o primeiro tempo do duelo entre Chelsea e Tottenham do banco de reservas. Quando Antonio Conte o colocou em campo, o placar mostrava 2 a 2. O belga foi lá, mudou o jogo com um gol e uma assistência e garantiu a vitória por 4 a 2, neste sábado (22), no Wembley, para colocar a equipe do lado azul de Londres na final da Copa da Inglaterra.

O brasileiro Willian marcou duas vezes na primeira etapa, mas viu os Spurs buscarem o empate com Kane e Ali. Porém, no segundo tempo, Hazard fez o terceiro para os Blues, e Matic fechou a conta para o Chelsea no duelo que colocou frente a frente o líder e vice-líder do Campeonato Inglês.

Os Blues agora aguardam o vencedor da outra semifinal, entre Arsenal e Manchester City, que se enfrentam no próximo domingo (23), para saber o adversário na decisão da Copa da Inglaterra, no dia 27 de maio, novamente no Wembley.

Reuters / Peter Nicholls

Quem foi bem

Eden Hazard saiu do banco com o placar empatado e mudou o jogo. O belga fez o o terceiro do Chelsea e ainda deu a assistência para Matic fechar a conta. 

Quem foi mal

O lado negativo do ótimo duelo ficou com a arbitragem, que viu pênalti em Moses no primeiro tempo, o que depois resultou no segundo gol do Chelsea. Lance polêmico que revoltou os jogadores do Tottenham.

De falta

Willian abriu o placar logo aos 4 minutos em cobrança de falta. O meia brasileiro cobrou por cima da barreira, no canto do goleiro Lloris, que não alcançou a bola.

Que repertório

Harry Kane já é queridinho pela torcida do Tottenham faz tempo, principalmente por seu instinto artilheiro, e o camisa 10 mostrou que sabe fazer gol de qualquer forma. Aos 17 minutos, o atacante aproveitou cruzamento de Eriksen, quase beijou a grama e desviou de cabeça para empatar o jogo.

AP Photo/Kirsty Wigglesworth

Foi pênalti?

Depois do empate, o Tottenham continuou melhor em campo e ficou mais perto de virar o placar. Porém, aos 42, Moses se enroscou com Son dentro da área, e o bandeirinha viu pênalti para o Chelsea em um lance polêmico. Willian foi para a bola e colocou os Blues novamente em vantagem.

Reuters / John Sibley

Ninguém viu

No fim da etapa inicial, ainda deu tempo de Lloris se atrapalhar todo. O goleiro do Tottenham foi sair da área para fazer uma defesa, escorreu e colocou a mão na bola fora da área. Os jogadores do Chelsea reclamaram, o juiz não viu nada e mandou o jogo seguir.

Passe mágico

O Tottenham voltou para o segundo tempo com a mesma intensidade e não demorou para conseguir o novo empate. Eriksen deu belíssimo passe para Dele Ali, que bateu de primeira e deixou tudo igual mais uma vez.

Do banco para a final

Antonio Conte viu que os Spurs estavam melhor na partida e colocou de uma só vez Diego Costa e Hazard. Sábia decisão. Primeiro, o camisa 10 bateu cruzado de perna esquerda para fazer o terceiro do Chelsea. Pouco depois, ele ainda deu a assistência para Matic acertar na gaveta e garantir o Chelsea na decisão.

AP Photo/Kirsty Wigglesworth

Freguesia

A vitória do Chelsea ainda manteve alguns tabus no confronto. Vencer os Blues na Copa da Inglaterra é algo que os Spurs não conseguem desde 1982. Para piorar, o último título do Tottenham no torneio foi em 1991. Desde então, a equipe comandada por Antonio Conte conquistou a taça seis vezes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos