Elias diz que Sporting atrapalhou, mas que ainda sonha com Copa de 2018

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Elias espera ter uma oportunidade com Tite na seleção brasileira

    Elias espera ter uma oportunidade com Tite na seleção brasileira

Titular no Atlético-MG, Elias vai, aos poucos, retomando a grande fase no futebol brasileiro para, quem sabe, beliscar uma vaga na arrumada seleção brasileira comandada por Tite. Apesar de não ter sido lembrado pelo treinador nas últimas convocações, o meio-campista ainda alimenta o sonho de convencer seu ex-técnico no Corinthians de que merece uma vaga na Copa do Mundo de 2018.

Elias, que vivia um ótimo momento no Corinthians - onde se tornou campeão brasileiro -, optou por voltar ao Sporting, de Portugal, em 2016. Essa decisão, segundo o próprio volante, foi fundamental para o afastar da seleção brasileira.

"Atrapalha muito ficar seis meses sem jogar, atrapalha. Mas, pelo que conheço do Tite, o grupo não está fechado ainda, ele gosta de ver o momento do jogador. Espero que, quando chegar a minha hora, possa retornar", disse Elias em entrevista ao Bem Amigos!.

No Sporting, durante uma temporada, Elias atuou apenas 16 vezes, saindo quase todas as vezes do banco de reservas, anotando dois gols. Pouco para quem disputava uma vaga no concorrido meio-campo da seleção brasileira. O volante ainda explicou o motivo que o fez não ter sequência no time.

"Estava no Corinthians, jogando bem, muito feliz. Foi quando recebi a oportunidade de voltar para lá (Portugal). Quado fui, falaram que um jogador da minha posição poderia sair e que eles queriam uma reposição para essa peça. Acabei indo, mas, no último dia da janela de transferência, ele não saiu. Era o capitão, ídolo da torcida, jogador de seleção e tinha muita qualidade... O treinador deixou claro que minha briga seria por essa posição e que eu não teria prioridade. Respeitei a opinião dele, mas, quando apareceu a oportunidade, tive que voltar. Tenho muito o que render e pretendo voltar à seleção", acrescentou.

Elias teve um contato muito próximo com Tite - era um dos líderes da equipe campeã brasileira em 2015. Para ele, esse contato com o treinador pode facilitar um retorno para a seleção.
 
"Conheço ele muito bem, ele me conhece. Ele já disse várias vezes que preciso de sequência e que, se tivesse continuado no Corinthians, talvez estaria na seleção. Fui atrás de um sonho, de jogar a Liga dos Campeões, já que não tinha jogado na outra passagem pela Europa. Espero recuperar a forma no Atlético-MG para, quem sabe, ser chamado por ele. Como ele já me citou algumas vezes, é só trabalhar quietinho, com humildade, para ele me ver." 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos