Maratona de um jogo a cada três dias coloca Atlético-PR diante de escolhas

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Atleticanos terão maratona, mas 5 jogos serão na Arena

    Atleticanos terão maratona, mas 5 jogos serão na Arena

O sucesso do Atlético Paranaense tem um preço a se pagar no calendário brasileiro: jogos atrás de jogos. Pelos próximos 30 dias, o Furacão entrará em campo uma vez a cada três dias, um ritmo puxado que vai exigir da equipe um bom desempenho físico. E não serão jogos quaisquer: duas partidas valendo título contra o rival Coritiba, três jogos pela Libertadores, a estreia no mata-mata da Copa do Brasil e os dois primeiros jogos no Brasileirão.

Na prática, a sequência já começou no domingo passado, quando o time reserva encarou o Londrina no Estádio do Café. A derrota por 2 a 1 se transformou em vitória nos pênaltis e como prêmio, a vaga na final contra o Coritiba. O Furacão tenta pela quarta vez em sua história um bicampeonato paranaense. Antes do clássico, porém, encara o Flamengo pela Libertadores. Terceiro colocado no Grupo 4, o Atlético fará dois jogos decisivos pela vaga nas oitavas da competição continental. Se vencer ambos e chegar aos 10 pontos, conseguirá o objetivo. Depois do Fla, novo Atletiba pelo Paranaense e então o San Lorenzo. Dos males, o menor: todos os jogos serão em Curitiba.

Depois, uma peregrinação. O time sai de Curitiba para dois jogos no Nordeste, contra o Santa Cruz pela Copa do Brasil e o Bahia, pelo Brasileiro. Da capital baiana, viagem programada para Santiago, no Chile, em partida que pode definir a posição do clube no grupo da Libertadores. Serão pelo menos 11 dias longe de casa, para só então um duelo contra o Grêmio na segunda rodada do Brasileiro.

O auxiliar-técnico Bruno Pivetti, que comandou o time B diante do Londrina, evitou falar no planejamento da equipe para os próximos jogos. "Vamos ver como vai ser o processo de recuperação, agora não dá pra antecipar nada", declarou. Ele comandou o time B em 10 dos 15 jogos do Paranaense até aqui. Apesar de classificado para a final, o Atlético venceu apenas 4 partidas na competição, duas delas com o time principal. Ainda não se sabe se o clube irá encarar o rival Coritiba com força máxima na decisão – no Atletiba da primeira fase, foi o time B quem venceu o clássico por 2 a 0. "Fica claro que temos um grupo muito forte. Independente se serão os mais velhos ou os mais jovens, estamos vivos em todas as competições. Vamos ter equipes competitivas dentro de campo, que vão dar o máximo em busca das vitórias que nós merecemos", disse Pivetti.

Confira a sequência de jogos:

Quarta (26/04) - Atlético x Flamengo (Libertadores)
Domingo (30/04) – Atlético x Coritiba (Paranaense)
Quarta (03/05) - Atlético x San Lorenzo (Libertadores)
Domingo (07/05) – Coritiba x Atlético (Paranaense)
Quarta (10/05) - Santa Cruz x Atlético (Copa do Brasil)
Sábado (13/05) Bahia x Atlético (Brasileiro)
Quarta (17/05) U. Católica x Atlético (Libertadores)
Domingo (21/05) Atlético x Grêmio (Brasileiro)
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos