Ancelotti aponta atrito com Bale como um dos motivos para demissão no Real

Do UOL, em São Paulo

  • Xinhua/UE Syndication/ZUMAPRESS

Campeão da Liga dos Campeões com o Real Madrid na temporada 2013/14, Carlo Ancelotti revelou detalhes de como Gareth Bale foi um dos responsáveis por diminuir seu tempo no clube espanhol. Em seu livro "Liderança tranquila: ganhando corações, mentes e partidas" (em tradução livre), o técnico afirma que o jogador chegou a reclamar com o presidente Florentino Perez por ter ido para o banco.

"O diretor me chamou por telefone e disse que o presidente queria falar comigo. Quando fui a seu escritório, ele me disse que Bale o havia ligado. Eu o substituí na partida de 4 de janeiro (2015, derrota para o Valencia)", escreveu Ancelotti.

"O agente de Bale reclamou porque Gareth queria jogar pelo meio. O presidente me perguntou o que eu iria fazer e disse: 'nada'. Não podia mudar o esquema tático na metade da temporada. Desde então, minha relação com o presidente não foi mais a mesma".

Ancelotti relata que após a conversa com Florentino Pérez foi conversar com Bale. "Disse a ele que sabia que seu agente havia falado com o presidente. 'Por que não veio falar comigo?', questionei. 'Sim, ok, sem problemas', ele respondeu. Fui claro com ele. Disse que poderíamos tentar uma mudança de posição na pré-temporada, mas não naquele momento. Não era o momento de mudar o esquema tático. Não tinha sentido", completou.

Apesar de ter conquistado a Liga dos Campeões uma temporada antes, Carlo Ancelotti foi demitido do Real Madrid no meio de 2015. O italiano foi substituído por Rafa Benítez.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos