Após intrusos do Barça, Real estuda expulsar sócios que venderem ingressos

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / OSCAR DEL POZO

    Torcedores do Barcelona comemoram gol de Messi em lugar destinado ao Real Madrid

    Torcedores do Barcelona comemoram gol de Messi em lugar destinado ao Real Madrid

O Real Madrid comunicou nesta terça-feira que o associado do clube poderá ser expulso caso negocie seu ingresso. A diretoria do clube se revoltou com a presença de fãs do Barcelona na área destinada aos sócios do Real, durante o clássico entre as equipes, domingo, no Santiago Bernabéu.

Muitos sócios do Real venderam suas entradas para outros torcedores, muitos deles torcedores do Barcelona. A presença de infiltrados no estádio foi percebida quando Messi desempatou a partida nos acréscimos, 3 a 2. Um homem com uniforme do Real foi flagrado celebrando o gol do Barcelona.

"Está expressamente proibida, sem autorização do clube, a venda dos ingressos, sua cessão gratuita ou o repasse para fins comerciais. O sócio titular é responsável direto pelo bom uso do mesmo", avisa o comunicado do Real.

Segundo a diretoria do Real, 357 pessoas foram retiradas do estádio por ocuparem cadeiras de sócios, mesmo não sendo o proprietário do espaço.

Os sócios do Real que venderem seus ingressos serão avaliados pelo Comitê Disciplinar, podendo ser expulsos. Ao todo, o clube informa que 1450 processos por venda de ingressos estão sendo apreciados.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos