Bahia e Vitória 'batem o pé' e travam batalha com MP por torcida mista

Do UOL, em Santos (SP)

  • Felipe Oliveira / EC Bahia

    Arena Fonte Nova lotada para o primeiro clássico entre as equipes no ano

    Arena Fonte Nova lotada para o primeiro clássico entre as equipes no ano

As decisões do Campeonato Baiano entre Bahia e Vitória devem mesmo contar com torcida mista. Apesar da recomendação feita pelo Ministério Público do Estado da Bahia para a adoção da torcida única, os clubes 'bateram os pés' e, com apoio da Federação Bahiana de Futebol (FBF), mantiveram suas posições já indicadas nas últimas semanas.

"Através de ofício encaminhado à Federação Bahiana de Futebol (FBF), o Ministério Público do Estado da Bahia recomendou a utilização de torcida única nos clássicos de futebol em Salvador. O 3º Promotor de Justiça do Consumidor, Olímpio Campinho Junior solicitou a adoção da medida nos próximos quatro jogos entre Bahia e Vitória a serem realizados na Capital", divulgou o site da FBF na noite da última segunda-feira (25).

Horas depois, Bahia e Vitória soltaram uma nota em seus sites oficiais informando que respeitam a recomendação do MP, mas que discordam e mantêm seus posicionamentos por torcida mista nos clássicos do Campeonato Baiano - já que cabe a eles esta decisão. Já os Ba-Vi's da Copa do Nordeste devem ter divisão de 90% para a torcida mandante e 10% para a visitante, dependendo qual for a determinação da CBF.

Tanto Bahia como Vitória alegam que 'o problema da violência não está no esporte nem é estimulado por ele, mas nas crises de segurança pública'.

Bahia e Vitória têm pela frente uma sequência de quatro jogos: dois pelas finais da Copa do Nordeste, dias 27 e 30 de abril, e dois pelas finais do Campeonato Baiano, dias 3 e 7 de maio.

Reunião pode mudar a história

Uma reunião marcada para esta quarta-feira (26), entre FBF e MP, ainda pode reverter a situação. A entidade baiana tinha manifestado anteriormente a ideia de manter a divisão das torcidas, no entanto, vai respeitar a definição do MP e dos responsáveis pela segurança no estado. Nessa disputa, a Federação conta com o apoio dos clubes, que também são contrários à mudança. A entidade comandada por Ednaldo Rodrigues até pediu a participação das agremiações na reunião desta quarta-feira para todas as partes envolvidas discutirem o assunto.

Veja a nota em conjuntos dos dois clubes:

Diante da expedição de uma recomendação do Ministério Público do Estado da Bahia, no sentido de solicitar a adoção da chamada "torcida única" nos próximos quatro clássicos locais, o Esporte Clube Bahia e o Esporte Clube Vitória vêm novamente a público para se manifestar contrariamente a essa medida.

Os clubes respeitam o posicionamento do MP, mas já haviam externado sua discordância através de notas oficiais individuais na semana retrasada e em diversas reuniões com o próprio órgão, com a Federação Bahiana de Futebol e com a Polícia Militar do Estado da Bahia.

Entendemos e reafirmamos que o problema da violência não está no esporte nem é estimulado por ele, mas nas crises de segurança pública.

Em vez de torcida única, defendemos a convivência das duas torcidas cada vez mais juntas, em paz, tendo inclusive promovido o retorno da tão saudosa e festejada torcida mista no último clássico do Campeonato Baiano, sem nenhuma ocorrência de conflito por conta de suas camisas, nas dependências do estádio.

Assim, seguindo o previsto pelo Regulamento Geral de Competições da CBF, a venda de ingresso para o jogo desta quinta-feira (27) já começou e a presença das duas apaixonadas torcidas no Barradão está garantida, bem como acontecerá o mesmo na partida de domingo (30), na Fonte Nova.

Os clubes aproveitam a oportunidade para reiterar os votos de paz e serenidade a todos nesta que será a maior sequência de Ba-Vis em tão pouco tempo desde setembro de 1979.

Esporte Clube Bahia
Esporte Clube Vitória

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos