Agressões entre Fagner e Cueva vão ao TJD, mas corintiano deve jogar finais

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

A confusão entre Fagner e Cueva na partida entre Corinthians e São Paulo, no último fim de semana, poderá render punição aos jogadores. Em entrevista ao UOL Esporte, Antonio Olim, presidente do TJD-SP (Tribunal de Justiça Desportiva), confirmou que pediu que as imagens da partida fossem analisadas para uma possível denúncia.

"Pedi para os procuradores observarem as imagens e verificar o chute do Fagner sobre o Cueva para ver se será feita alguma denúncia. É cedo para dizer se ele pode perder a final", disse Olim.

A confusão entre Fagner e Cueva aconteceu na partida na Arena Corinthians do último domingo. Em momentos diferentes, os atletas trocaram agressões. O peruano chegou a dar uma cabeçada no lateral que deu uma joelhada no meia. Os dois também se empurraram depois de uma jogada.

Coincidentemente, a coxa que Fagner atingiu Cueva com a joelhada foi a que o peruano se recuperou de uma lesão recentemente.

Segundo Olim, apesar de o Corinthians ter duas partidas pela frente, Fagner dificilmente seria julgado antes do término do campeonato, ou seja, não teria suspensão a cumprir nas partidas decisivas contra a Ponte Preta. A expectativa é que o julgamento só aconteça depois do dia 8 de maio.

"Com certeza, tudo leva a crer que sim [que Fágner jogará as finais]. Acredito que o caso só entrará na Comissão Disciplinar lá pelo dia 9 de maio. Já teria acabado o campeonato. Se forem apenados, futuramente cumprirão a pena. Acredito que a pena não se estende ao Brasileirão, ficaria para o Campeonato Paulista do ano que vem", disse Olim ao FOX Sports

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos