"Fla expõe sua torcida ao ridículo", diz ex-presidente do Sport sobre 87

Do UOL, em São Paulo

  • Arquivo

Presidente executivo do Sport em 1987, Homero Lacerda atacou a diretoria do Flamengo pela busca do reconhecimento do título do Campeonato Brasileiro daquele ano. Na última semana, o Superior Tribunal Federal (STF) manteve a decisão de declarar o clube pernambucano como único campeão do ano.

"O Flamengo expõe sua torcida ao ridículo. Ele chegou a ponto de pedir para dividir um título", disse o dirigente em entrevista à ESPN Brasil. "Um presidente de gabarito do Flamengo diz que é campeão brasileiro porque todo mundo sabe. Meu deus. Isso é humilhar o Flamengo, isso é desrespeitar o Flamengo. O deboche a Pernambuco... Ele não respeitou a torcida do Flamengo. Eles estão sendo humilhados".

O ex-mandatário ainda acusou o Clube dos 13 (responsável por organizar a Copa União) de "roubar" o patrocínio somente para eles.

"Pelo regulamento da competição (Copa União), o patrocínio pertencia a todos os clubes participantes. Mas eles não quiseram dividir. O dinheiro era para comprar o Brasileiro de 87 e o Clube dos 13 foi criado sabendo desse dinheiro, para roubar esse dinheiro. O Sport pode acionar a justiça para a devolução desse dinheiro".

O caso estava parado desde agosto de 2016, quando o ministro Luís Roberto Barroso pediu vistas ao processo e suspendeu o julgamento. Ele votou para que o título fosse dividido entre os clubes. Relator do caso e torcedor do Flamengo, o ministro Marco Aurélio votou contra o recurso do time de coração.

"A primeira divisão era dividida em duas chaves. Foi acordado pelo Flamengo isso no início da competição. O Sport foi o lava-jato daquela época. Reestabeleceu a moral. Ao ganhar os direitos, nós reestabelecemos a moralidade no futebol brasileiro", acrescentou Homero.

Entenda o caso

Em 1987, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) atravessava grave crise financeira e se declarou incapaz de organizar o Campeonato Brasileiro. A partir daí, a Copa União foi organizada pelo Clube dos 13 com as principais equipes do país.

Na sequência, porém, a CBF resolveu fazer um campeonato com os clubes que ficaram de fora da Copa União. Os times foram divididos em dois módulos, o Verde (Clube dos 13) e o Amarelo (equipes reunidas pela entidade). Com o aval do Clube dos 13, os representantes dos dois módulos decidiriam o título no fim.

Flamengo e Internacional, campeão e vice do Módulo Verde, se recusaram a jogar um quadrangular final contra Sport e Guarani, campeão e vice do Módulo Amarelo. A polêmica se arrastou desde então.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos