Justiça condena Grêmio a pagar R$ 3,1 milhões a Victor por dívida

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Bruno Cantini/Atlético

    Goleiro acionou Grêmio na Justiça em 2013 cobrando direitos de imagem e prêmios

    Goleiro acionou Grêmio na Justiça em 2013 cobrando direitos de imagem e prêmios

O Grêmio foi condenado, pela 2ª Vara do Trabalho de Porto Alegre, a pagar cerca de R$ 3,1 milhões ao goleiro Victor, atualmente no Atlético-MG. A ação é referente a dívidas trabalhistas acumuladas durante a passagem do jogador pelo clube gaúcho. O caso não tem ligação com a cobrança do Tricolor junto ao Galo, pela transferência do atleta, em 2012.

A decisão não cabe recurso e foi notificada ao Grêmio em 17 de abril. O prazo para pagamento é de 15 dias. O clube afirma que iniciou processo de quitação.

A quantia final, após correção monetária e custas advocatícias, será de R$ 3,5 milhões.

"Já mandamos pagar", disse Nestor Hein, vice jurídico do Grêmio ao UOL Esporte.

Victor acionou o Grêmio na Justiça em 2013, cobrando direitos de imagem e premiações do período entre 2008 e 2012, quando esteve no clube gaúcho.

Paralelamente, o Grêmio segue com ação na Justiça contra o Atlético-MG. A demanda teve aumento no valor recentemente, com aplicação de multa por descumprimento de ordem judicial. A quantia chegou a R$ 12 milhões depois do Galo ter contas bloqueadas sem recursos para quitação e sem depositar em juízo os valores exigidos pelo Tricolor.

Victor trocou o Grêmio pelo Atlético-MG em 2012. O time gaúcho cobra valores dessa transferência e o clube de Belo Horizonte contesta a quantia citando os empréstimos de Werley, atualmente no Coritiba, e que foi envolvido na operação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos