Conmebol abre processo disciplinar contra Peñarol, Palmeiras e F. Melo

Do UOL, em São Paulo

  • EFE/Raúl Martínez

A Conmebol anunciou na tarde desta sexta-feira que abriu um processo disciplinar contra Peñarol, Palmeiras e mais quatro jogadores: o volante alviverde Felipe Melo, além de Matias Mier, Lucas Hernández e Nahitán Nández, do clube uruguaio. Todos serão julgados pela comissão de infrações da entidade. Segundo a Conmebol, o processo foi aberto após a análise das imagens e do relato do trio de arbitragem da partida. 

A confusão entre palmeirenses e uruguaios ocorreu após o time alviverde vencer o duelo por 3 a 2 em Montevidéu, na última quarta-feira, pela Copa Libertadores. Os uruguaios cercaram Felipe Melo depois do apito final para tirar satisfação. No meio da confusão, o volante, o mais perseguido pelos uruguaios, deu um soco em Mier. Por sua vez, alguns jogadores do Palmeiras acabaram se ferindo, como Fernando Prass e Willian. Houve também tentativa de agressão por parte de torcedores do Peñarol contra seguidores do Palmeiras.

A Conmebol irá analisar a possibilidade de punição para todos os jogadores citados no processo disciplinar, como Felipe Melo,Mier, Hernández e Nández, assim como Palmeiras e o próprio Peñarol.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos