Colombianos do Santos tropeçam no português, mas se destacam como espiões

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Divulgação/SantosFC

    Vladimir Hernández (foto) e Copete ajudam com informações de time sul-americanos

    Vladimir Hernández (foto) e Copete ajudam com informações de time sul-americanos

Os colombianos do Santos, Copete e Vladimir Hernández, viraram uma espécie de xodós da torcida. A dupla costuma entrar no segundo tempo dos jogos e corresponde com gols e assistências. O problema deles é a comunicação. Os dois ainda tropeçam bastante na língua portuguesa e enfrentam dificuldades na conversa com os demais companheiros.

"Demora um pouco [aprender o idioma]. Aos poucos vou falando algumas coisas. Com o tempo vou me soltando mais e tratando de ajudar vocês também falando as entrevistas em português. Os companheiros falam solto e não tratam de ajudar, fica difícil de entender [risos]", afirmou Hernández.

O mais importante eles dizem entender: as orientações do técnico Dorival Júnior. "Sim, graças a Deus, quando o professor fala eu entendo muito. Ele fala bem lento, e no treino também não tenho problema", completou.

Eficientes fora de campo, a dupla se especializou em outra função no Santos. Os dois ajudam bastante a comissão técnica com informações sobre os times da Copa Libertadores da América, principalmente os colombianos.

Copete e Hernández colaboraram para que o Santos saísse com o empate contra o Santa Fe, em Bogotá, na semana passada. Agora, a dupla promete ajudar Dorival Júnior com mais informações. Além de posicionamento tático, eles colaboram com informações sobre as características de cada atleta do time colombiano.

"Nós passamos coisas para o Dorival, o que eles são fortes, tentamos ajudar o máximo possível. Lá podíamos ter ganhado o jogo, mas aqui no Pacaembu vai ser aberto, teremos de ter muita força para sair com a vitória, já que sabemos muitas coisas do que eles fazem e podemos fazer diferença", disse Copete.

"Conhecemos um pouco, nós tratamos de falar sobre a equipe deles, jogadores, características de alguns. Vai ser importante ganhar em casa, Libertadores temos de somar todos pontos em casa, vai ser complicado. O treinador perguntou as características de alguns e mostramos algumas coisas aos poucos", declarou Hernández.

Após empatar em Bogotá, o Santos volta a enfrentar o Santa Fe na próxima quinta-feira, no estádio do Pacaembu, em jogo válido pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América.

A equipe santista lidera o Grupo 2 da competição continental, com cinco pontos ganhos, seguida por Santa Fe e The Strongest, com quatro pontos. O Sporting Crystal é o "lanterna" com apenas dois pontos. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos