TJD avalia denúncia contra Pottker, mas atacante jogará final

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Vorley/Agif

    Caso denunciado, Pottker somente será julgado a partir da próxima semana, depois da final

    Caso denunciado, Pottker somente será julgado a partir da próxima semana, depois da final

O presidente do Tribunal de Justiça Desportiva, Antonio Olim, informou ter solicitado vídeos para verificar se o atacante William Pottker agrediu o volante Gabriel, do Corinthians. No entanto, o jogador da Ponte Preta tem presença assegurada para a segunda final entre as equipes, marcada para domingo, em Itaquera.

Caso Potker seja denunciado, a audiência no TJD ocorreria somente a partir da próxima semana. A apreciação do vídeo envolvendo Pottker e Gabriel será feita antes do julgamento do corintiano Fagner.

O atacante da Ponte Preta se desentendeu com o volante Gabriel, no primeiro duelo da final do Paulistão, em Campinas. Na disputa da bola, o jogador da Ponte finge que escorrega e acerta com a mão o volante corintiano.

O lance aconteceu no primeiro tempo do duelo. Na saída para o intervalo, Pottker deu entrevista ao canal SporTV e negou agressão, dizendo que foi puxado pelo atleta do Corinthians ao tentar se levantar.

O corintiano Gabriel comentou a jogada: "Foi um lance em que eu disputei a bola de cabeça, não vi ele, nem subi tanto, a gente disputou e caiu. No que caímos, a gente meio que enroscou no chão um com o outro, aí acho que ele quis se levantar e acabou me agredindo no momento. Eu até não entendi, porque acho que não era para isso, ele ter uma atitude dessas", disse Gabriel.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos