Bruno diz estar preocupado com a bola parada no São Paulo

Do UOL, em São Paulo

  • Thomás Santos/AGIF

    O lateral Bruno, do São Paulo

    O lateral Bruno, do São Paulo

Assim como o treinador Rogério Ceni, o lateral direito Bruno destacou os gols sofridos em lances de bola parada como um problema a ser resolvido pelo São Paulo. Como foi eliminado do Campeonato Paulista e do Copa do Brasil, o time vai ter mais uma semana para treinar e corrigir os erros antes de voltar a jogar, no dia 11 de maio, contra o Defensa y Justicia, da Argentina, pela Copa Sul-Americana.

"Sabemos que deixamos a desejar nas bolas paradas, como no sistema lá atrás. Estamos treinando forte para no próximo jogo estar todo mundo bem, querendo, e não levarmos os gols. Por outro lado, lá na frente, todo mundo fazendo os gols", disse o lateral direito Bruno, em entrevista à Espn Brasil.

Apesar de Rogério Ceni tentar inovar nos treinamentos e nas formações táticas, o lateral acredita que os jogadores têm compreendido as instruções passadas pelo comandante.

"O grupo vem assimilando bem o que o Rogério quer. É lógico que tem várias opções no treino e na partida para surpreender o adversário, mas sabemos o que temos de fazer para fortalecer o time. Vamos trabalhar para ficarmos mais fortes para alcançarmos os objetivos e os títulos neste segundo semestre", afirmou Bruno, que não vê problema na concorrência interna com Buffarini e Araruna.

"O Rogério está trabalhando priorizando a característica de cada jogador. É bom termos esse tempo até voltar a jogar para priorizar a recuperação. A disputa é boa", disse Bruno.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos