Coritiba pede penhora de R$ 890 mil do Corinthians por Kazim

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

    Dívida por Kazim fez Coritiba pedir penhora de valores do Corinthians

    Dívida por Kazim fez Coritiba pedir penhora de valores do Corinthians

O Coritiba entrou com um pedido de penhora no valor de R$ 886.890,00 pela dívida de três parcelas não pagas pelo Corinthians na negociação do atacante Colin-Kazim Richards, que trocou o Alto da Gloria pelo Parque São Jorge no começo do ano. O prazo para pagamento será de 15 dias a partir da notificação, que acontecerá nos próximos dias pela Justiça do Estado de São Paulo.

No processo, o Coritiba informa que o acordo estabelecia primeira parcela de R$ 450 mil, além de outras quatro parcelas de 200 mil, totalizando R$ 1,25 milhão. AS três primeiras parcelas já venceram.

O valor pedido em penhora inclui juros e multa. Uma vez notificado, o Corinthians precisa efetuar o pagamento para não ter suas contas bloqueadas via CNPJ.

A venda foi do jogador foi feita através de um título executivo e toda operação agora segue via Banco Central. O Coxa já havia feito uma notificação extrajudicial ao Timão, solicitando o acerto da entrada e das parcelas de fevereiro, março e abril, já vencidas e objeto do pedido de penhora.

Coritiba e Corinthians já arrastam essa negociação há 5 meses. O Timão chegou a tentar quitar a dívida oferecendo jogadores, mas nenhum interessou ao Coxa. O que mais chegou perto de uma negociação foi o meia Guilherme, porém o jogador acabou tomando outro rumo, indo parar justamente no rival Atlético-PR. Procurado pelo UOL Esporte, o Coritiba confirmou a ação, mas disse que não comenta ações judiciais.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos