Messi não viaja para reunião na Suíça e fará defesa à Fifa por vídeo

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / ALEJANDRO PAGNI

    Messi havia sido convocado para depor sobre suspensão pela seleção argentina

    Messi havia sido convocado para depor sobre suspensão pela seleção argentina

Lionel Messi não comparecerá à reunião na Fifa, na quinta-feira, para discutir sua punição pela seleção argentina. A presença do jogador na Suíça era considerada imprescindível pela AFA para reduzir a pena de 4 jogos. O craque fará sua defesa por meio de vídeo conferência.

Segundo o jornal Marca, Messi alegou problemas pessoais para se ausentar do compromisso na sede da Fifa.

O atleta foi suspenso depois de agredir verbalmente o árbitro Emerson de Carvalho em confronto com o Chile pelas Eliminatórias. A AFA apelou contra a punição.

Em entrevista ao jornal catalão Sport, Juan de Dios Crespo, contratado pela AFA para fazer a defesa do capitão da argentina, revelou que a ideia era de que Messi viajasse para Zurique, na Suíça, para pedir desculpas e mostrar arrependimento .

"Seria um gesto. Não custa nada. Poderia ajudar em uma possível redução de pena no Tribunal Disciplinar", disse.

Ele já ficou de fora da partida contra a Bolívia. Se a suspensão for mantida, o jogador ficará ausente também dos jogos contra Uruguai, Venezuela e Peru. A situação da Argentina nas Eliminatórias é complicada.

O time perdeu para a Bolívia por 2 a 0 na última rodada e está em quinto lugar com 22 pontos. Hoje, a bicampeã mundial precisaria jogar a repescagem para participar da Copa da Rússia.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos