Palmeiras demite Eduardo Baptista após derrota na Bolívia

Danilo Lavieri e José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

Eduardo Baptista não é mais o técnico do Palmeiras. Depois do desembarque da delegação palestrina no Brasil, após derrota por 3 a 2 para o Jorge Wilstermann-BOL, pela quinta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, a diretoria optou por encerrar o compromisso com o treinador, alvo de críticas desde o início da temporada. O nome de Cuca surge como o favorito para ocupar o lugar e reassumir o time após cinco meses.

A informação foi publicada pelo jornalista Mauro Cezar Pereira e confirmada pelo UOL Esporte com fontes ligadas ao próprio clube. Cuca será procurado nos próximos dias para retornar ao clube no qual se sagrou campeão brasileiro na temporada passada. O Palmeiras confirmou a saída de Eduardo Baptista em nota oficial.

Em contato com o UOL Esporte, Cuca afirmou que ainda não foi procurado pelo Palmeiras. "Ninguém me procurou. Estou na cama [risos]. Vamos esperar, amanhã é outro dia. Tem uma situação da China bem forte", disse o treinador, campeão brasileiro com o clube em 2016.

O trabalho de Eduardo Baptista jamais foi unanimidade na Academia de Futebol, especialmente entre conselheiros. De acordo com informações obtidas pelo UOL Esporte, a saída do treinador foi construída pela diretoria, mais precisamente pelo presidente Mauricio Galliote e pelo diretor Alexandre Mattos, ainda na Bolívia, logo depois da primeira derrota na Copa Libertadores.

A confirmação oficial da decisão saiu apenas às 22h57, depois da chegada da delegação na Academia de Futebol. O auxiliar Cláudio Prates comandará a atividade da manhã desta sexta-feira.

Alguns jogadores que retornariam de empréstimo com o treinador não possuem mais o futuro definido. Os pedidos do agora ex-comandante do Palmeiras serão analisados pelo próximo técnico palestrino.

Este grupo de jogadores, anteriormente nos planos de Baptista e com a volta certa para defender o atual campeão brasileiro ainda nesta temporada, está ciente de que passarão pelo crivo do novo comandante para saber se retornarão à Academia de Futebol.

Agora ex-treinador da equipe alviverde, Eduardo Baptista deixa o Palmeiras após passagem relâmpago. O filho de Nelsinho Baptista comandou o clube palestrino em 23 partidas, com 14 vitórias, 4 empates e 5 derrotas; a última delas, na Bolívia, na pior atuação da equipe na Libertadores, custou o emprego.

Confira a nota oficial do Palmeiras:

Após reunião realizada na noite desta quinta-feira (04), o Palmeiras oficializou a saída do técnico Eduardo Baptista. No Verdão desde dezembro de 2016, o profissional deixa o time palestrino depois de comandar a equipe no Campeonato Paulista e no início da Conmebol Libertadores Bridgestone.

No total, Eduardo Baptista comandou o Palmeiras em 23 oportunidades, somando 14 vitórias, quatro empates e cinco derrotas.

A Sociedade Esportiva Palmeiras agradece os serviços prestados pelo treinador, sempre com muita dedicação e comprometimento, e deseja sucesso na sequência de sua carreira.

O elenco do Verdão se reapresentará nesta sexta (05), às 9h30, na Academia de Futebol, com acesso liberado para a imprensa. Durante a atividade, o presidente Maurício Galiotte concederá entrevista coletiva.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos