Ex-dirigente do Barça: Ronaldinho e Deco compuseram 'clube da caipirinha'

Do UOL, em São Paulo

  • AP Photo/Manu Fernandez

    Grupo conquistou títulos importantes pelo clube catalão

    Grupo conquistou títulos importantes pelo clube catalão

O quarteto sul-americano composto pelos brasileiros Ronaldinho, Deco, Thiago Motta e o argentino Maxi López formavam parte de um "clube da caipirinha" quando jogaram juntos no Barcelona. O antigo boato da última década foi confirmado nesta sexta-feira (5) pelo ex-vice presidente do Barcelona Alfons Godall, que fez parte da diretoria de Joan Laporta entre 2003 e 2010.

Questionado se o "grupinho" era real em uma entrevista ao programa "La Sotana" da "Cadena Ser", Godall foi direto: "sim". A afirmação também englobava a participação dos atletas em "orgias" e no bullying à então jovem promessa Bojan Krkic, atacante que era uma estrela nas categorias de base do clube catalão e era cotado para se tornar um craque – desde então, virou um andarilho pelo futebol europeu.

O "clube da caipirinha" existiu durante o período de Frank Rijkaard no comando da equipe. O holandês assumiu o time em 2003, mesmo ano em que Laporta iniciou sua presidência e que Ronaldinho chegou ao clube. Thiago Motta já fazia parte do elenco na época, mas Deco e Maxi López chegaram depois, em 2004 e 2005, respectivamente.

Em 2007, López e Motta deixaram o Barcelona, enquanto Ronaldinho e Deco ficaram por mais uma temporada, assim como Frank Rijkaard. Enquanto compuseram o mesmo elenco, o "clube da caipirinha" fez parte de quatro conquistas com a equipe catalã: Campeonato Espanhol de 2004/05 e 2005/06, Liga dos Campeões de 2005/06 e a Supercopa da Espanha de 2005.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos