Após título paulista, Jô diz que Corinthians é favorito no Brasileiro

Do UOL, em São Paulo

O atacante Jô afirmou em entrevista ao SporTV nesta segunda-feira (8) que o título paulista conquistado sobre a Ponte Preta coloca o Corinthians como um dos favoritos no Campeonato Brasileiro, que começa já no próximo final de semana.

"A ideia de todos os jogadores é sempre a mesma, entender o mais rápido possível o que o treinador quer, e nosso grupo percebeu isso rápido. Trazer o DNA para o Corinthians: correr, batalhar, e todos somos assim. Não tem vaidade, quem tem titulo, quem tem menos. Hoje, o Corinthians entra como favorito no Brasileirão. Não como falaram no começo do ano, mas por nossa história e jogos no Paulistão", disse o centroavante.

Falando à ESPN Brasil, Jô também falou sobre a questão de o Corinthians ter sido apontado como a "quarta força" do estado de São Paulo por parte da imprensa no início do ano.

"Mais uma vez, temos que sempre respeitar os outros times que venceram os Estaduais. É bem difícil falar qual força somos, mas entramos bem fortes e vamos como favoritos para o Brasileirão. No começo ano, entramos como quarta força no Paulistão e saímos como a primeira. Agora buscamos ser a primeira força do Brasileirão, mas sempre respeitando as outras equipes".

O Corinthians tem retrospecto positivo contra os times da Série A na temporada até aqui: venceu Palmeiras e Santos na primeira fase do Paulistão, eliminou o São Paulo na semifinal e ganhou o título sobre a Ponte Preta na decisão. Em oito jogos oficiais contra equipes da primeira divisão, foram quatro vitórias e quatro empates. A estreia no Brasileiro acontece no sábado (13), contra a Chapecoense, em casa.

Seleção

Para Jô, além do título nacional, outro objetivo está em jogo na sequência da temporada: ser convocado por Tite e voltar a vestir a camisa da seleção brasileira.

"Eu fiquei bastante surpreso, fico muito grato por tudo, agradeço a Deus e ao Corinthians. Depois de seis meses sem jogar, eu espero fazer sempre meu trabalho. E sonho em voltar para a seleção brasileira, ainda mais com um técnico que eu já conheço e com quem tive o prazer de trabalhar em 2004", afirmou ao SporTV.

À ESPN Brasil, Jô disse que mudou seus hábitos para voltar a jogar em alto nível após várias polêmicas extracampo e uma passagem pelo futebol chinês.

"O que mudou é que hoje eu me alimento melhor, descanso mais, tenho mais disposição e fisicamente eu estou em meu momento ideal. Perdi muito peso e me sinto mais leve. Eu era um centroavante mais parado e, agora, consigo realmente jogar pelo meio e fazer minha função melhor. Isso ajudou muito no que o professor Fábio fez na nossa campanha", completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos