Cuca defende trabalho de Baptista no Palmeiras: "Não tem o que remontar"

Danilo Lavieri e José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

Cuca se reapresentou nesta terça-feira (9) no Palmeiras. O treinador chegou à Academia de Futebol afirmando que a pressão agora é muito maior e tratou de defender o trabalho feito por Eduardo Baptista.

Segundo ele, não há muito para se fazer até a sua reestreia, marcada para o dia 14 de maio, no Allianz Parque, contra o Vasco.

"O Palmeiras foi o melhor time do Paulista (até ser eliminado) e teve um dia ruim em Campinas. É uma continuidade do trabalho do Eduardo o que eu vou fazer. Não tem o que remontar. Vou colocar uma coisa ou outra que é minha e eu gosto, mas tem a continuidade do trabalho dele. O problema é que os jogadores precisam entender que você não tem direito de estar em um dia ruim", afirmou.

Cuca disse que o alto investimento em jogadores como Miguel Borja e Alejandro Guerra fazem o palmeirense não aceitar nem ganhar de "só" 1 a 0. Para ele, o time está indo bem e não merece tantas críticas.

"O Eduardo fez o time passar uma sensação muito boa para quem assistia aos jogos. É uma equipe que controla a bola, como é o estilo dele. Infelizmente o Palmeiras não chegou à final e perdeu. Mas a gente viu o Palmeiras jogando bem, buscando o resultado e jogando com aquele espírito que a gente espera", completou.

Em outro momento, Cuca voltou a defender o trabalho de Eduardo e disse que vê seu companheiro de profissão assumindo um time grande em breve.

"Tenho certeza que o Eduardo vai estar em um time grande uma hora ou outra, porque o que ele fez aqui só engrandeceu o nome dele. Ele saiu com dignidade e grandeza daqui", finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos