Real Madrid já planeja renovar elenco com caixa de R$ 1 bilhão

João Henrique Marques

Do UOL, em Barcelona

  • AP Photo/Lionel Cironneau

    Mbappe, atacante do Monaco, é a contratação colocada como carro-chefe no Real Madrid

    Mbappe, atacante do Monaco, é a contratação colocada como carro-chefe no Real Madrid

O Real Madrid assombra o mercado europeu para a próxima temporada com uma previsão de investimento de 300 milhões de euros (cerca de R$ 1 bilhão). O caixa está armado com a economia feita sem contratações de peso no último ano e a previsão de saída de jogadores com James Rodriguez e Alvaro Morata.

O sucesso do time na atual temporada em nada muda o cenário. Só com o atacante francês do Monaco, Mbappe, a expectativa é que o investimento para a contratação se aproxime de 100 milhões de euros (cerca de R$ 350 milhões).

A primeira mostra do que esperar do Real na janela internacional de transferências que será reaberta em julho foi dada nesta segunda-feira. Pela manhã, o lateral esquerdo do Alavés, Theo Hernández, esteve na cidade para realizar exames médicos no clube. O jogador francês pertence ao Atlético de Madri e com multa rescisória estipulada em 30 milhões de euros (cerca de R$ 105 milhões) tem a contratação dada como certa pela mídia local.

O valor é o mesmo da multa do atacante Vinicius Júnior, do Flamengo. O UOL Esporte apurou que a venda ao Real Madrid já é considerada próxima pela diretoria do clube carioca. No entanto, a transferência só aconteceria quando o jogador completar 18 anos, em julho de 2018.

Outros grandes investimentos são esperados para tentativa de contratação do goleiro espanhol De Gea, do Manchester United, e do atacante argentino Paulo Dybala, da Juventus. Essa última considerada complicada por conta do sucesso do jogador no clube italiano.

Para montar o caixa, o Real Madrid se preparou fazendo apenas a contratação de Alvaro Morata para a atual temporada. O último reforço de impacto já faz mais de três anos: foi James Rodriguez por 80 milhões de euros ao Monaco.

A venda do colombiano por preço semelhante é estimada no clube. Como virou reserva e com atritos constantes com o treinador, Zidane, a permanência é considerada improvável.

Na lista de prováveis saídas ainda constam o goleiro Keylor Navas, o zagueiro Pepe e o lateral esquerdo Fábio Coentrão. Já uma alternativa de engordar o caixa é a venda do meia Isco, trabalhada em caso de insucesso de James no mercado.

A avaliação dos dirigentes é de que as possíveis saídas não vão alterar a espinha dorsal do time para a próxima temporada. Para isso, Sérgio Ramos, Marcelo, Modric, Bale, Cristiano Ronaldo e até Casemiro não serão colocados no mercado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos