Luan Santana terá dublê de futebol para atuar com jogadores do Corinthians

Felipe Pereira

Do UOL, em São Paulo

  • Manuela Scarpa/Brazil News

    O cantor Luan Santana vai viver um jogador do Corinthians em seu primeiro filme

    O cantor Luan Santana vai viver um jogador do Corinthians em seu primeiro filme

A dobradinha Luan Santana e Corinthians quer levar até 10 milhões de pessoas ao cinema para ver um filme que conta a história de um jogador do time, da base até a consagração. Na trama com orçamento de R$ 15 milhões, o cantor será um jovem guiado por Basílio, herói do título de 1977, e dividirá a tela com jogadores profissionais. Quando a bola rolar, porém, será um dublê, e não o cantor, quem vai mostrar habilidade com a bola. 

Produtor da obra, Henrique Almirates Neto diz que o filme é baseado na vida de um garoto nascido e criado em Itaquera que é corintiano fanático. Ele vem ao mundo em 23 de abril de 2000 e ganha o nome de Jorge, em homenagem ao santo deste dia. Luan Santana, hoje com 26 anos de idade, vai interpretar o garoto quando ele tiver 17 anos na produção, vivendo entre a convivência com o crime e o sonho de ser jogador de futebol para ajudar a família.

O intervalo de tempo da história vai até a personagem atingir a maioridade e envolve uma série de dificuldades, momentos de fraqueza, erros e superação. Basílio será o mentor que estende a mão nos dias ruins e puxa a orelha quando necessário. A vitória no fim encerra a trama que obedece a jornada do herói.

O cantor é corintiano e esteve no Pacaembu na final da Libertadores, contra o Boca Juniors, em 2012. Agora, ele vai contracenar com os jogadores do time do coração. O produtor explica que está acertando a participação de seis atletas do elenco profissional. Os nomes não foram definidos porque dependem da negociação dos direitos de imagem. O que está certo é o filme fará gravações nos bastidores do clube.

"Vai aparecer tudo do time, a vida de um jogador. Almoçando no Parque São Jorge, no CT (Joaquim Grava) no meio dos jogadores, mostrar fisioterapia, nutricionista, vestiários, a arena e os jogos com bastantes detalhes. Vai ter cenas do avião indo jogar, o ônibus, a preleção, concentração", detalha Henrique.

Reprodução Instagram

Dublê nas cenas de futebol

Luan Santana vai contracenar com jogadores profissionais, mas o talento com a voz não se repete com a bola. O produtor do filme diz que um dublê vai atuar nas cenas de futebol. Outra preocupação de Henrique são os adversários do Corinthians.

"Queremos partidas intercontinentais. Se fizermos cenas contra São Paulo, por exemplo, vai dar problema."

Há negociações com consulados de outros países para acertar os adversários do Corinthians no cinema. O cantor também está aprendendo interpretação. O produtor conta que, para viver o protagonista, ele vai viajar com um preparador. Henrique afirma que está tranquilo com o fato de guiar a estreia de Luan Santana nos cinemas.

A confiança também se fundamenta no time de atores que vai atuar com o sertanejo. Os nomes são mantidos em sigilo, mas o produtor promete que o pai, a mãe e o irmão do cantor na ficção serão artistas do primeiro escalão brasileiro.

Outros famosos devem fazer aparições. O produtor do filme pretende homenagear torcedores ilustres do time como Ayrton Senna, Silvio Santos, Rivellino, Ronaldo e Biro Biro. Há negociações com representantes deles. No caso do tricampeão de Fórmula, por exemplo, a intenção e que a irmã do piloto, Viviane Senna, apareça na obra.

Dinheiro está garantido

A produção tem orçamento de R$ 15 milhões e a quantia já está captada, de acordo com Henrique. Ele diz que o filme deve ter entre 15 e 20 patrocinadores. Justificou que, ao mencionar as marcas Corinthians e Luan Santana, ficou fácil vender o produto. A lista dos apoiadores também não foi divulgada e o motivo são as cláusulas de contrato.

Ele mira num público entre 5 e 10 milhões de espectadores. O cálculo se baseia em levar aos cinemas de 10% a 20% dos fãs dessas duas marcas. Henrique ressalta que a estratégia também se apoia no fato de a entrada para o cinema ser mais barata que um ingresso na Arena Corinthians. 

Lançamento antes da Copa

O estágio atual da obra é pré-produção. Henrique afirmou que a previsão é fazer as gravações no fim deste ano. O lançamento ainda não tem data definida porque depende da fase de finalização. Pode ser no bimestre fevereiro/março ou ficar para abril/maio. O certo é que a estreia será antes da Copa do Mundo na Rússia.

Para escrever o roteiro, foram contratados dois nomes conhecidos do cinema. Um dos profissionais é Marcos Jorge, que assina o filme Estômago. Com ele, trabalha José Roberto Torero, que fez a série FDP, que trata da vida de um árbitro e foi exibida no Canal HBO. O dono da produtora tem passagens na Record, SBT e O2.

Henrique diz não se preocupar que toda esta estrutura seja comprometida pelo trabalho de um iniciante no cinema. Justifica que Elvis Presley fez 36 filmes e todos foram bem nas bilheterias. Lembra ainda que Roberto Carlos levou 7,8 milhões de pessoas ao cinema em quatro filmes. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos