Goleada de 6 tem primeiro alvo: Atlético-PR censura torcedores na web

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Reprodução

    Comentários de torcedores ficaram bloqueados até observação da reportagem

    Comentários de torcedores ficaram bloqueados até observação da reportagem

A goleada de 6 a 2 sofrida pelo Atlético Paranaense para o Bahia gerou revolta na torcida rubro-negra nas redes sociais, mas o clube acabou por reprimir as manifestações em seu canal no YouTube. Na publicação com a coletiva de Paulo Autuori, o coordenador de futebol atleticano, os comentários foram desativados durante todo o domingo e parte da segunda-feira, em comportamento diferente do padrão.

O canal do YouTube do Atlético tem 61 mil assinantes e triplicou de tamanho após a realização da transmissão de três clássicos com o Coritiba no Campeonato Paranaense 2017, iniciativa muito elogiada em todo o País. O clube foi procurado para explicar a decisão de bloquear os comentários, mas não se manifestou até o final desta reportagem. Entretanto, por volta das 13h20 desta segunda-feira (15), 30 minutos após o questionamento do UOL Esporte, o departamento de comunicação do clube reabriu a possibilidade de comentários.  

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos