Guardiola: "Se eu estivesse em um time grande, já teria sido demitido"

Do UOL, em São Paulo

  • Carl Recine/REUTERS

    Primeira temporada de Guardiola no Manchester City acabará sem títulos

    Primeira temporada de Guardiola no Manchester City acabará sem títulos

Pela primeira vez na carreira, Pep Guardiola vai terminar uma temporada sem conquistar nenhum título. O técnico espanhol falou sobre seu primeiro ano no Manchester City nesta segunda-feira (15), admitiu que o desempenho foi abaixo da expectativa e disse que se estivesse em um "time grande", já teria sido mandado embora.

"Na minha situação, se eu estivesse em um time grande, estaria demitido. Com certeza. Nos clubes em que trabalhei anteriormente, eu já não estaria aqui", disse o treinador, referindo-se a Barcelona e Bayern de Munique.

"Eu tenho que vencer. Pressão é o que eu tinha quando eu cheguei no Barcelona com nada para me defender. Naquele clube, se em seis meses você não ganha, você está fora. No Barça ou no Bayern, você precisa ganhar de muito. Senão, eles não te dão uma segunda chance. Aqui [no City], eles me deram uma segunda chance, e vamos tentar melhorar na próxima temporada", completou.

Em sete anos de carreira por Barcelona e Bayern, Guardiola ganhou 21 títulos. Na atual temporada, deve conseguir no máximo uma classificação para a Liga dos Campeões - o Manchester City é o atual quarto colocado do Campeonato Inglês e briga por duas vagas com Liverpool e Arsenal.

"Se o que acontecer na próxima temporada não for bom, eu ainda terei mais um ano de contrato, e eles vão trocar de treinador. Eu já sabia disso antes de chegar aqui. Eu tenho essa expectativa sobre mim por causa do que eu já fiz no passado, alguns treinadores têm isso, e eu preciso saber lidar com isso. Se não souber, vou para casa", disse o espanhol.

Eliminado nas oitavas de final da Liga dos Campeões pelo Monaco e das duas copas inglesas (Copa da Inglaterra e Copa da Liga) por Arsenal e Manchester United, Guardiola também falou que, com o elenco que tem, o City poderia ter feito mais na temporada.

"No futebol, depende da qualidade dos jogadores. Os técnicos não jogam. É a qualidade dos jogadores, e eu acho que a qualidade dos nossos jogadores era suficiente para termos ido melhor. Meu único desapontamento é não ter conseguido brigar pelo título inglês até o fim. Há dois meses atrás, já estava definido", concluiu o treinador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos