Na Argentina, Chapecoense se surpreende com "armadilha" do Lanús

Daniel Fasolin

Colaboração para o UOL

  • Daniel Fasolin/Colaboração para o UOL

A Chapecoense está em Buenos Aires para enfrentar o Lanús-ARG, pela quinta rodada da Libertadores da América. O clube catarinense tem de vencer a equipe argentina para continuar sonhando com classificação para as oitavas de final da competição. 

Ao chegar no estádio La Fortaleza, palco do jogo desta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), o clube notou algo diferente. Alguns refletores que estão sobre a cobertura estão estranhamente direcionados às traves. Informalmente dirigentes da Chapecoense acharam estranho e até se cogita ser uma "armadilha" dos argentinos para atrapalhar os goleiros visitantes. O preparador da Chapecoense, Marcelo Shroeder foi procurado pelo UOL Esporte e não quis comentar sobre o assunto.

Daniel Fasolin/Colaboração para o UOL


No entanto, a Chapecoense não terá somente essa "armadilha" para enfrentar. O clube também terá de ir contra as estatísticas para conseguir tal feito amanhã no estádio " La Fortaleza", isso porque o clube não atravessa um bom momento principalmente em partidas fora de Chapecó.

No ano, enfrentando times da primeira divisão Nacional ou adversários de fora do Brasil, a Chape não tem bom aproveitamento, dos 8 jogos nesta situação fora de casa (Avaí, Cruzeiro, Corinthians Zulia-VEN, Atlético Nacional-COL e Nacional-URU), o clube venceu apenas dois (Zulia-VEN e Avaí), empatou um (Corinthians) e foi derrotado em 5 oportunidades.

Nestas cinco derrotas, os números não são os melhores, pois a Chapecoense sofreu 13 gols e marcou apenas três, anotados na derrota na Recopa Sul Americana em Medellín para o Atlético Nacional e na vitória sobre o Zulia na Venezuela, na primeira rodada da Libertadores.

"Os jogos fora de casa estão sendo atípicos, enfrentamos o Nacional em Montevidéu num clima muito tenso, contra o Atlético sabíamos que seria uma final muito disputada, a Conmebol tirou dois atletas nossos, duas horas antes do jogo. Amanhã espero uma Chape bem focada, pois o jogo vale a classificação", afirmou o treinador Vagner Mancini.

A Chapecoense iniciou o Campeonato Brasileiro com empate contra o Corinthians, em São Paulo, e o técnico acredita que a manutenção do bom futebol será imprescindível para continuar na Libertadores. "Utilizar o que ocorreu de bom e as voas atuações contra o Zulia, Avaí na final do Catarinense e também contra o Corinthians é o que queremos. Todo treinador quer um time consistente e ninguém gosta de perder, sabemos que amanhã será um jogo decisivo", completou.

Se a Chapecoense perder para o Lanús e o Nacional-URU vencer seu jogo no grupo, a Chapecoense dá adeus às chances de avançar na Libertadores. O clube catarinense está empatado com Zulia, com quatro pontos, três a menos que Nacional e Lanús.

Para o duelo, Chape não terá Andrei Girotto suspenso e Victor Ramos não inscrito.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos