Apresentado no Cruzeiro, Rafael Marques quer recuperar 'semestre perdido'

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

Em Belo Horizonte desde a última terça-feira e já treinando com o grupo, o atacante Rafael Marques foi oficialmente apresentado como jogador do Cruzeiro. Próximo de completar 34 anos, o reforço assinou um contrato em definitivo com a agremiação mineira até dezembro de 2018. Para contratar o atacante, a diretoria celeste topou se desfazer do lateral-direito Mayke. Reserva de Ezequiel e sem conseguir resgatar seu melhor futebol, o jogador renovou seu contrato até 2020, mas ficará emprestado ao Palmeiras até dezembro do ano que vem.

O presidente Gilvan de Pinho Tavares e o vice de futebol, Bruno Vicintin, estiveram presentes na Toca da Raposa.

"Esperamos que o Rafael Marques faça a nosso favor o mesmo tanto de gols ou o dobro do que fez contra a gente", comentou rapidamente o presidente Gilvan, antes de dar a palavra ao novo reforço.

Apesar de ter jogado apenas uma partida pelo Palmeiras em 2017, Rafael Marques já treina normalmente com seus novos companheiros e não precisará de muito tempo para recuperar o ritmo de jogo. Rafael já teve seu nome publicado no BID e a partir de agora está totalmente à disposição de Mano Menezes para estrear com a camisa do Cruzeiro e tentar recompensar o 'primeiro semestre perdido' por causa do pouco tempo dentro de campo.

"O primeiro semestre foi um pouco perdido em relação às partidas, mas não pelo trabalho. Comecei a trabalhar bem antes de a temporada começar, abri mão das minhas férias para isso. Não fui muito aproveitado, mas nunca deixei de trabalhar, sempre me preparei. Não foi à toa que o Cruzeiro confirmou a contratação. Estou 100%, claro que falta um pouco de ritmo, mas isso a gente pega com os treinamentos e entrando nos jogos", falou o atacante.

"Meu último jogo (em 2017) foi pelo Paulista, o único na verdade. Tive apenas um jogo como titular, contra o Mirassol. Joguei bem e fiz o gol. Então a média está boa, um gol em uma partida. Mas é claro que a gente sempre quer fazer gols, mas espero sempre entrar bem e ajudar os companheiros para sair de campo com as vitórias", brincou.

Rafael chega ao Cruzeiro para ser mais uma opção no setor ofensivo do clube. Além de poder jogar mais recuado, o jogador também pode entrar na briga por uma vaga como referência dentro da área, já que atualmente o técnico Mano conta apenas com Ramón Ábila, já que Rafael Sóbis se machucou e ficará de fora por pelo menos dois meses. Questionado sobre em qual região prefere jogar, Rafael mostrou estar disposto a ajudar o time independente do setor, mas destacou que será preciso ter tempo para treinar.

"Faz muito tempo que não atuo como falso 9. No Botafogo e Palmeiras eu vinha atuando na linha de três ou como segundo atacante. Muitos me fazem essa pergunta, mas digo que não tenho costume de jogar como centroavante fixo. Mas para deixar bem claro, eu posso jogar como falso 9, como jogador de beirada ou como um 10 também, desde que eu treine e faça essa função nos treinamentos para cumprir melhor nos jogos", concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos