Cruzeiro critica leilão por Valdívia e fala em acordo ético com o Atlético

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Ricardo Duarte/Inter

    Gilvan criticou postura do Inter sobre Valdívia, que está perto de acertar com o Galo

    Gilvan criticou postura do Inter sobre Valdívia, que está perto de acertar com o Galo

Presente na apresentação do atacante Rafael Marques, nesta tarde de quinta-feira, na Toca da Raposa, o presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, conversou com os profissionais da imprensa. Um dos assuntos perguntados ao homem da cadeira principal do clube foi a situação de Valdívia. O jogador do Internacional entrou no radar do Cruzeiro há alguns meses, mas tem sua negociação bem encaminhada com o rival Atlético. Apesar de reconhecer o interesse pelo jogador, Gilvan criticou o que ele cita como leilão feito pelo Internacional para conseguir efetivar a saída do meia e disse que o Cruzeiro fez apenas algumas avaliações.

"Todo bom jogador interessa ao Cruzeiro. Se não houver leilão, se os valores não forem absurdos ou se não pedirem atletas valiosos em troca, nós sempre teremos interesse. Mas não podemos inchar nosso plantel. Tivemos algumas contusões de um tempo para cá que desfalcaram bastante o nosso elenco. Perdemos jogadores importantes, mas que já estão sendo recuperados. Estamos fazendo a avaliação com a comissão de qual peça nós estamos precisando mais. Mas não é só o Valdívia que interessou, são outros também. Vamos nos esforçar para buscar jogadores necessários", comentou.

Nos últimos dias, o Cruzeiro procurou a diretoria do Inter para tentar acertar a contratação de Valdívia. Por questões financeiras, no entanto, as tratativas ficaram estagnadas. Os mineiros estariam dispostos a desembolsar os valores referentes ao salário do atleta, que gira em torno de R$ 300 mil mensais. Porém, não queriam pagar nenhum montante a mais pelo acordo. Próximo do Atlético, Valdívia deverá ser emprestado, assim como o zagueiro Ernando. Em troca, o Inter ficará com o defensor Erazo, também por empréstimo de um ano.

Perguntado se o Cruzeiro havia desistido de buscar o jogador após a ofensiva atleticana, Gilvan minimizou a situação e disse que não há briga por Valdívia. O presidente ainda comentou sobre um acordo ético com o Atlético em que as diretorias não devem interferir quando o rival estiver negociando a chegada de um novo reforço.

"Estive com o presidente do Atlético em uma reunião da Primeira Liga, segunda-feira aqui em Belo Horizonte, mas não toquei em nenhum assunto com ele, não fizemos leilão pelo jogador. Realmente, Cruzeiro e Atlético fizeram um procedimento ético nesse sentido, mas nós não estamos brigando pelo jogador, estamos fazendo uma avaliação de quem pretendemos trazer", concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos