Irritados com Euriquinho, aliados rompem com Eurico e criam chapa no Vasco

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Paulo Fernandes/Vasco.com.br

    Eurico Miranda tem perdido aliados antes da eleição do Vasco em novembro

    Eurico Miranda tem perdido aliados antes da eleição do Vasco em novembro

Eurico Miranda poderá ter problemas para administrar o Vasco até a eleição do clube em novembro. Aliados do dirigente iniciam uma debandada da diretoria e já articulam uma chapa de oposição para enfrentá-lo nas urnas. E um dos motivos principais desta mudança de lado é Eurico Brandão, o Euriquinho, filho do mandatário e que hoje ocupa o cargo de vice de futebol.

Presidente do Conselho Fiscal, Otto Alves de Carvalho Júnior é um dos que está "pulando fora do barco". Ele se juntará a José Luiz Moreira, ex-vice de futebol, aliado de longa data de Miranda e que deixou a diretoria ano passado por divergências.

Fernando Horta, atual vice-presidente geral do clube e presidente da escola de samba Unidos da Tijuca, também se reúne com o grupo e está perto de se desligar. Outros nomes da diretoria que ocupam cargos de direção e vice-presidência são aguardados para formar a chapa.

Entre os que estão saindo, a maioria tem como uma das maiores reclamações as intervenções de Euriquinho, que ganhou poderes e autonomia do fim do ano para cá. Embora tenham perfis completamente diferentes, não está está descartada a possibilidade de que todos os grupos de oposição se unam contra Eurico Miranda. José Luiz Moreira, por exemplo, já procurou Edmundo, ídolo do clube e que apoia o candidato Júlio Brant, vice-colocado na última eleição.

Atualmente, além de Eurico, que concorre à reeleição, e Brant, do grupo "Sempre Vasco", o clube tem como candidato o ex-medico cruzmaltino Alexandre Campello, apoiado pela "Identidade Vasco" e "Cruzada Vascaína".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos