Em meio a conflito interno, acionista quer assumir controle do Arsenal

Do UOL, em São Paulo

  • Maxim Shemetov/Pool Photo via AP

    Alisher Usmanov (foto) tem 30% das ações do clube, mas quer adquirir os 66,76% pertencentes ao empresário Stan Kroenke, principal acionista - e seu desafeto

    Alisher Usmanov (foto) tem 30% das ações do clube, mas quer adquirir os 66,76% pertencentes ao empresário Stan Kroenke, principal acionista - e seu desafeto

O Arsenal poderá, em breve, mudar de mãos. De acordo com informações publicadas nesta sexta-feira pela imprensa internacional, o empresário russo Alisher Usmanov, magnata do ramo da metalurgia, fez uma proposta no valor de US$ 1,3 bilhão (mais de R$ 4,2 bilhões) para assumir o controle acionário do clube londrino.

Usmanov já é, atualmente, um acionista minoritário (30%) do time. A maior parte pertence ao empresário norte-americano Stan Kroenke, detentor de 66,76% dos papéis do clube. Kroenke é também dono de times como Denver Nuggets (na NBA), Colorado Rapids (na MLS) e Los Angeles Rams (na NFL).

Segundo o jornal Financial Times, Usmanov fez oficialmente uma proposta a Kroenke em abril, mas o norte-americano ainda não deu uma resposta. "Desde então, ele (Kroenke) indicou informalmente não ter o interesse de vencer o clube para Usmanov ou para qualquer outro interessado", diz a publicação.

"Duas semanas atrás, eu pensei que algo poderia acontecer. Agora, já não tenho certeza", disse uma fonte anônima citada pelo jornal. Tanto o clube quanto o próprio Kroenke se negaram a comentar o assunto.

Em entrevista à Bloomberg em abril, Usmanov deixou claro que os atuais controladores do clube – no caso, o próprio Stan Kroenke – têm "grande responsabilidade" pelo desempenho do time em campo. O time é apenas o quinto colocado do Campeonato Inglês 2016/2017, com 72 pontos em 37 jogos. Na atual colocação, o time ficaria de fora da próxima Liga dos Campeões da Europa, o que não acontece desde a temporada 1999/2000.

"Eu não acho que o técnico por si só merece a culpa pelo que está acontecendo", disse Usmanov. O empresário comprou 14,6% das ações do clube em 2007, mas chegou a 30% do controle ao adquirir as ações que pertenciam ao empresário anglo-iraniano Farhad Moshiri em 2016.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos