Bar sofre prejuízo de R$ 12 mil e terá mutirão após briga de botafoguenses

Bernardo Gentile e Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Reprodução/Internet

    Bar próximo ao Engenhão foi completamente destruído após a pancadaria

    Bar próximo ao Engenhão foi completamente destruído após a pancadaria

Enquanto Rodrigo Pimpão fazia o gol da classificação do Botafogo para as oitavas de final da Libertadores, F.I,, de 33 anos e dono de um bar próximo à entrada Oeste do Estádio Nilton Santos (Engenhão), cuidava de um corte na cabeça. A ferida foi causada por conta de uma garrafa de cerveja arremessada durante uma briga de organizadas do Alvinegro na última quarta-feira.

Segundo apuração do UOL Esporte, cerca de 30 torcedores da Torcida Jovem do Botafogo que estavam sem ingressos acompanhavam o jogo no bar da Rua José dos Reis. No intervalo, aproximadamente 70 integrantes da Fúria Jovem do Botafogo cercaram os rivais e iniciaram o confronto. Garrafas de cerveja, mesas, cadeiras e até porta foram usadas na barbárie.

"Temos uma equipe buscando câmeras para verificar e confirmar os integrantes da TJB e FJB para ver o que ocorreu. Há algum tempo não havia esse enfrentamento. Às vezes é coisa de um integrante ou de bairro e vira uma coisa maior. Às vezes nem tem a ver com futebol. As imagens são de destruição", disse Major Sílvio, do Gepe (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios).

Além dos feridos, o dono do bar foi quem sofreu o maior prejuízo. Segundo ele, R$ 4 mil foram roubados do caixa e todo o estoque de garrafas de cerveja foi utilizado como arma no embate. Fora isso, duas portas, um blindex e vidros do balcão foram quebrados.

Para finalizar o prejuízo, que deve chegar a R$ 12 mil, segundo o dono do bar, alguns torcedores encurralados destruíram o telhado como forma de fuga. As telhas haviam sido reformadas recentemente por um valor de R$ 3 mil. F. I. Conversou com a reportagem informalmente, mas preferiu não conceder entrevista.

Por conta da pancadaria, o bar se encontra fechado e não tem data para reabrir. Nesta terça-feira, um grupo de torcedores do Botafogo se sensibilizou com a situação e fará um mutirão para limpar o local. Em fevereiro, quando uma briga entre flamenguistas e botafoguenses acabou com um morto, o bar dele já havia sido depredado na confusão. 

O que era apenas uma possibilidade virou realidade. Amigos do dono do bar criaram uma vaquinha virtual. O objetivo é arrecadar R$ 8,5 mil para minimizar os estragos feitos com a pancadaria. Para ajudar, clique aqui

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos