Fla conta milhões de Vinicius Jr. e planeja investir boa parte em reforços

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Gilvan de Souza/ Flamengo

    O jovem atacante Vinicius Júnior virou sinônimo de milhões nos cofres do Flamengo

    O jovem atacante Vinicius Júnior virou sinônimo de milhões nos cofres do Flamengo

Com uma Mega-Sena nas mãos, o Flamengo conta os milhões que embolsará pela transferência de Vinicius Júnior ao Real Madrid. A forma como utilizará o montante já está em debate, e se sabe que boa parte será destinada para investimentos no futebol, principalmente na contratação de reforços.

Negociado por 45 milhões de euros - R$ 164 milhões - ao Real Madrid, Vinicius Júnior é a segunda maior venda da história do futebol brasileiro, atrás apenas de Neymar. O clube discute os últimos detalhes da negociação antes do comunicado oficial, mas sabe que, deste valor, deve receber pouco mais de R$ 100 milhões após abatimento de contratos prévios, impostos e comissões.

A maior parte da quantia entrará na conta de forma imediata, enquanto o restante será parcelado até julho de 2018. A ideia inicial da diretoria, segundo apuração do UOL Esporte, é a de utilizar o que define como "parte significativa" do valor na contratação de reforços.

O dinheiro não sairá dos cofres de uma vez, mas com inteligência, conforme os dirigentes costumam dizer. A tendência é que seja aplicado em contratações na próxima janela de transferências e na manutenção de um elenco forte para a temporada seguinte, já que o principal objetivo é o retorno à Copa Libertadores em 2018.

O principal nome desejado pelo Flamengo é o do meia Everton Ribeiro, do Al-Ahli. Clube e jogador estão acertados, mas os dirigentes dos Emirados Árabes exigem ao menos 5 milhões de euros - R$ 18,5 milhões - para liberá-lo. O Rubro-negro tentou a contratação na última janela, mas esbarrou na resistência do clube.

Vale ressaltar, no entanto, que o Flamengo iria ao mercado atrás de Everton Ribeiro e de outros nomes independentemente da venda de Vinicius Júnior. O acordo com o meia do Al-Ahli foi costurado bem antes da negociação da promessa com o Real Madrid.

Os cartolas rubro-negros evitam falar sobre o assunto até que tudo seja oficializado. O dinheiro de Vinicius Júnior também será importante para equilibrar o caixa após a recente eliminação na primeira fase da Libertadores. O clube deixou de ganhar pelo menos R$ 20 milhões em premiações e bilheteria.

A princípio, os valores da venda do atacante não serão utilizados nas obras do módulo das categorias de base no CT Ninho do Urubu. O investimento no espaço vem de parcerias, da negociação envolvendo o edifício do Morro da Viúva e do Profut (Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro). A previsão de conclusão do centro de treinamento localizado em Vargem Grande, zona oeste do Rio de Janeiro, permanece para dezembro de 2018.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos