Santista cita responsabilidades: substituir L. Lima e ser xodó da torcida

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Divulgação/SantosFC

    Vladimir Hernández foi o escolhido por Dorival para substituir Lucas Lima, lesionado

    Vladimir Hernández foi o escolhido por Dorival para substituir Lucas Lima, lesionado

O meia Vladimir Hernández, que substituiu Lucas Lima, lesionado, na goleada do Santos contra o Sporting Cristal por 4 a 0, na última terça-feira, na Vila Belmiro, reconhece que já virou um dos xodós da torcida santista. O colombiano acredita que o seu status no clube é uma grande responsabilidade, pois precisa retribuir a expectativa dos torcedores.

"Aumenta muito (responsabilidade), porque a torcida demonstra carinho e é preciso retribuir com empenho e dedicação. Fiquei muito feliz por chegar ao Santos. Eu via o Santos com muitos nomes como Pelé, Neymar, Robinho... estar aqui, com o aplauso da torcida e o grito do nome, é uma grande motivação para dar o melhor a cada partida, dar o 100% e ajudar os companheiros", afirmou Vladimir Hernández.

O colombiano caiu nas graças da torcida após marcar um gol de bicicleta em sua estreia pelo Santos – no amistoso contra o Kenitra, em janeiro deste ano. Reserva na equipe de Dorival Júnior, ele sempre tem o seu nome pedido pela torcida durante os jogos.

"Me sinto tranquilo desde que cheguei. Nos primeiros jogos, um pouco triste por não jogar. No Paulista, perdi jogos por algum problema. Mas fiquei feliz ao entrar, a torcida me pedia, gritava meu nome, e era uma motivação extra para ir bem. Me sinto bem, família está bem, ontem chegaram meus pais e isso dá mais vontade ainda", disse.

Vladimir Hernández é bastante versátil. Ele gosta de atuar pelas beiradas do campo, mas foi escalado contra os peruanos como meia centralizado. Apesar da responsabilidade de substituir Lucas Lima, o colombiano se diz preparado para continuar na função.

"Tive oportunidade de jogar nas três posições, esquerda, direita ou centro. Fui utilizado na direita, agora lamento pela lesão do Lucas e o treinador falou para eu jogar como meia. Vou jogar onde o professor quiser. Treino diariamente para isso, para estar no time titular, ontem (contra o Sporting) tive a oportunidade como meia e me senti bem, cômodo, e a resposta dos companheiros foi muito positiva", concluiu.

Vladimir Hernández teve atuação apagada contra o Sporting Cristal, mas deve ser mantido na vaga de Lucas Lima para o duelo contra o Cruzeiro, neste domingo, na Vila Belmiro, válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos