Título da Liga Europa passou de descartável a obsessão no Manchester United

João Henrique Marques

Do UOL, em Barcelona

  • Oli Scarff/AFP

A Liga Europa outrora incômoda, em meio aos campeonatos prioritários e com a escalação de reservas como solução, virou a obsessão do Manchester United na temporada. Nesta quarta-feira, 15h45min (de Brasília), o time tem, enfim, a grande oportunidade da conquista na decisão contra o Ajax.

O título da Liga Europa é o único que falta na galeria do Manchester United de conquistas internacionais. O clube tem três Liga dos Campeões, uma Recopa, uma Supercopa da Europa e dois Mundiais de Clube. Mas a bem da verdade é que o time inglês jamais se empenhou em conquistá-la.

Os objetivos de enriquecer a galeria de troféus e conquistar a vaga para a próxima edição da Liga dos Campeões fizeram o título da Liga Europa ter outro peso na cabeça do treinador português, José Mourinho.

"Simplesmente preservei quem achava melhor pensando no futuro", esbravejou o treinador ao ser cobrado sobre a escalação de time misto na derrota por 2 a 0 para o Arsenal, pelo Campeonato Inglês, dia 7 de maio.

O resultado deixou o time sem chance de conquistar a vaga para a Liga dos Campeões via torneio nacional. Mas a mudança da UEFA em 2015 dando a opção de uma vaga para o ganhador da Liga Europa mudou o status do torneio.

Historicamente, os times ingleses sempre trataram o torneio com desprezo, dando preferência até mesmo às duas Copas que disputam a nível nacional.

O Manchester United, em nove participações, tinha na edição de 84/85 o melhor resultado sendo eliminado nas quartas de final para o desconhecido Videoton, da Hungria.

A atual edição demorou para ser levada a sério pelo Manchester United. Na fase de grupos, Mourinho chegou a levar a campo time misto ao superar o Fenerbahçe (da Turquia), Feyenord (Holanda) e Zorya Luhansk (Ucrânia).

Foi a partir do mata-mata que o Manchester United mudou o foco, motivado pelo avanço do Chelsea no Campeoanto Inglês, e a maneira mais curta de conseguir a vaga para a Liga dos Campeões. Assim, ficaram pelo caminho o Saint Étienne (França), Rostov (Rússia), Anderletch (Bélgica) e Celta de Vigo (Espanha).

A final da Liga Europa é em jogo único. Ansiosos, mais de 20 mil torcedores do Manchester United estão em Estocolmo. O último titulo internacional restante da rica galeria do clube agora virou tão cobiçado quanto os outros.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos