Com os cofres vazios, presidente do Fluminense descarta contratações

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.

    Pedro Abad, presidente do Flu, falou sobre a situação do clube nesta quinta-feira

    Pedro Abad, presidente do Flu, falou sobre a situação do clube nesta quinta-feira

Sem dinheiro em caixa, o Fluminense oficializou o que já era tratado internamente como uma certeza dentro do clube.

Em coletiva realizada nesta quinta-feira, o presidente Pedro Abad afirmou que pretende terminar o ano com o mesmo elenco que defende o Flu no momento. Novas caras nas Laranjeiras apenas em casos extremos:

"A tendência é que não venhamos a trazer novos atletas. Temos um elenco vitorioso e a gente confia muito nele. Reposição apenas em casos extremamente necessários. Nossa intenção não é trazer novos atletas que não estejam na base ou no Samorin (filial eslovaca tricolor). Se for necessária uma reposição, vamos olhar para dentro da nossa casa."

Nem mesmo a fratura no tornozelo de Sornoza vai fazer com que o Flu vá ao mercado. O entendimento é que há opções disponíveis e

"Existe um projeto por trás disso.  Nosso folego para contratação é pequeno, mas lá na frente a gente vai ter melhores condições", afirmou Marcelo Teixeira, gerente geral da base do Fluminense.

Em contrapartida, o Tricolor convive com a ameaça da janela europeia, que pode fazer com que o elenco perca peças importantes para Abel. Do grupo atual, Wendel, Scarpa e Richarlison são os mais cobiçados. Sobre o assunto, o Teixeira disse que o Flu já recusou propostas vindas este ano, mas a cúpula do clube trabalha com a iminência de uma venda.

Com duas vitórias em dois jogos, o Fluminense é um dos líderes do Campeonato Brasileiro. No sábado (27), o time visita o Vasco, às 16h (de Brasília), em São Januário.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos