Torres comenta sobre sumiço de Michael do Flu e fala em "problema médico"

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Nelson Perez/Fluminense F.C.

    Atacante Michael tinha acordo para defender o Boavista na Série D

    Atacante Michael tinha acordo para defender o Boavista na Série D

Sumido há 17 dias do Fluminense, o atacante Michael voltou a ser assunto no clube.

Durante entrevista coletiva, Alexandre Torres, gerente de futebol tricolor, indicou que o jogador pode estar enfrentando problemas com uso de drogas. Em setembro de 2013, o jogador foi suspenso por 18 meses por uso de cocaína.

"A situação dele é um problema médico. Todo mundo já sabe qual é. Ele precisa resolver este problema dele. A gente está aqui para ajudar, mas não pode resolver por ele. O clube está com as portas abertas", disse Torres.

Antes de desaparecer e não dar sinal de seu paradeiro, Michael tinha um acerto para disputar a Série D do Campeonato Brasileiro pelo Boavista.

"Ele mesmo pediu e disse que gostaria que o clube desse esta solução. O clube atendeu esta solicitação, mas ele não se apresentou", informou o gerente tricolor.

Após passagens pelo Estoril (POR) e América-MG, Michael se reapresentaria ao Flu no início do ano, mas um acidente de trânsito retardou o processo. Ao chocar o seu carro com uma vaca, Michael sofreu traumatismo craniano e ficou internado NA Unidade De Terapia Intensiva (UTI) de um hospital em São Paulo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos