Luxa ficou de falar com a família sobre ida a Recife, diz vice do Sport

Roberto Oliveira

Colaboração para o UOL, em Recife

  • Reprodução

À frente das negociações para contratação do novo treinador do Sport, o vice-presidente Gustavo Dubeux detalhou ao UOL Esporte a primeira reunião com Vanderlei Luxemburgo, na última quinta-feira (25), no mesmo dia da demissão de Ney Franco após o vice na Copa do Nordeste.

Dubeux qualificou a reunião como "muito boa" e disse que Luxa ficou de ver detalhes com a família para a vinda ao Recife. Caso a negociação se confirme, será o primeiro trabalho do "Pofexô" no Nordeste.

"A conversa foi muito boa, conversamos sobre futebol, sobre o Sport, mas não entramos em detalhes financeiros. Ficamos de até segunda conversar novamente. Ele está vendo alguns detalhes, como a vinda para o Recife com a família", afirmou por telefone à reportagem.

Questionado se a percepção da reunião foi de que Luxemburgo ficou animado com a perspectiva de assumir o Sport, o dirigente admitiu que sim.

"Claro, em relação ao Sport, ele disse que ficaria muito honrado de trabalhar no clube", contou Dubeux, que acumula os cargos de vice executivo e de futebol e foi presidente do clube em 2011 e 2012.

Ele e mais dois diretores viajaram nesta quinta direto de Salvador, onde o Sport foi derrotado por 1 a 0 pelo Bahia na decisão do Nordestão, a São Paulo para conversar com os possíveis substitutos de Ney Franco. Segundo Dubeux, o clube espera resolver a situação com tranquilidade.

"Ainda vamos conversar com outros treinadores." No momento, porém, Luxemburgo é o nome mais próximo de assumir o comando do Sport. O último trabalho do treinador foi no Tianjin Quanjian, da China, onde foi demitido no início de junho passado, há quase um ano. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos