Torcedor ligou para a polícia e denunciou pênalti 'roubado' contra o Boca

Do UOL, em São Paulo

  • Alejandro Pagni/AFP

    O torcedor não aprovou um pênalti marcado contra o Boca aos 51 do segundo tempo

    O torcedor não aprovou um pênalti marcado contra o Boca aos 51 do segundo tempo

O Boca Juniors é líder do Campeonato Argentino, mas sua última partida virou caso de polícia. Durante o empate por 1 a 1 com o Huracán neste sábado, um torcedor xeneize discou o número oficial da polícia local e denunciou a marcação de um pênalti contra a sua equipe como um "roubo".

As informações foram divulgadas pela agência Noticias Argentinas e confirmadas pelo jornal La Nacion. Segundo a publicação, o torcedor disse à atendente da polícia que 50 mil pessoas estavam envolvidas na ocorrência e passou o endereço do estádio Tomás Adolfo Ducó, em Buenos Aires.

"Me roubaram dois pontos", diz o homem na gravação, gerando confusão do outro lado da linha. "Sim, me roubaram um pênalti", acrescentou, referindo-se ao pênalti marcado a favor do Huracán aos 51 minutos do segundo tempo. Finalmente entendendo o trote, a operadora foi firme: "essa é uma linha de emergências, senhor".

A ligação foi desligada imediatamente após o torcedor do Boca admitir que estava "com o sangue quente". De acordo com o La Nacion, o autor da brincadeira pode ser processado. O jovem não foi identificado pela agência que teve acesso às gravações.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos