Sem acerto com Autuori, Atlético-PR libera meia Vinícius ao Bahia

Napoleão de Almeida e Roberto Oliveira

Colaboração para o UOL, de Curitiba e Recife

  • Divulgação/Atlético-PR

Afastado do time do Atlético-PR desde o início do ano, o meio-campista Vinicius reforçará o Bahia no Campeonato Brasileiro 2017. O jogador tentou uma reaproximação no clube rubro-negro após a chegada de Eduardo Baptista, com quem trabalhou no Fluminense, mas o agora gerente de futebol Paulo Autuori não concordou com o retorno dele ao elenco atleticano.

Desta forma, Vinícius irá para o Bahia com contrato até dezembro de 2018, finalizando qualquer vínculo com o Furacão. O Tricolor pagará cerca de R$ 600 mil para o jogador, como parte do acordo para a liberação de Vinícius. O Atlético-PR devia pouco mais de R$ 1 milhão em luvas ao atleta desde seu ingresso no clube.

Como tornou-se política do clube, o Bahia não se posiciona oficialmente sobre o assunto. Mas a reportagem confirmou junto a pessoas ligadas ao Tricolor o acerto com Vinicius e com o Furacão. O valor das luvas, aliás, será pago em parcelas diluídas no salário do jogador até o fim do contrato.

Vinícius é meia e tem 26 anos. Seu último jogo oficial foi em 26 de novembro do ano passado, na ultima rodada da Série B. Em 2016 ele foi campeão estadual pelo Atlético-PR, mas no decorrer do ano acabou afastado e emprestado ao Náutico, clube pelo qual jogou a Série B.

No retorno para Curitiba, se indispôs com a diretoria do Atlético-PR, que o afastou. Chegou até a registrar um boletim de ocorrência contra o vice-presidente Marcio Lara após uma ríspida discussão, quando acusou o clube de coagi-lo a abrir mão dos valores das luvas para liberá-lo ao Avaí.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos