CBF tentou Maradona para comentar amistosos ao lado de Pelé em transmissão

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • REUTERS/Charles Platiau

Apesar de fechar o nome de Pelé para comentar os próximos jogos do Brasil, em Melbourne, a CBF não conseguiu a dupla que queria para comandar suas transmissões na TV Brasil. A ideia da confederação era ter Maradona ao lado do Rei do Futebol na transmissão de Brasil x Argentina - dia 9 de junho, na Austrália.

A informação foi publicada inicialmente pela "Folha de S. Paulo" e confirmada pela reportagem do UOL.

Representantes da CBF conversavam há algumas semanas com o ex-craque argentino, que chegou a se animar com a ideia. No entanto, alguns fatores impediram o acerto. Primeiro, a questão financeira. Maradona pediu um valor considerado muito alto.

A questão logística ainda dificultou as conversas. O argentino é técnico do Al-Fujairah, dos Emirados Árabes, e não gostaria de ter que viajar ao Brasil para comentar a partida dos estúdios da CBF - como Pelé. O ídolo hermano gostaria de participar da transmissão "in loco", no estádio que receberá Brasil x Argentina em Melbourne.

Parceiras há décadas, CBF e TV Globo não chegaram a um acordo para as transmissões dos amistosos da seleção brasileira em junho – contra Argentina e Austrália, nos dias 9 e 13, em Melbourne.

Sem o acerto entre as partes, os jogos serão transmitidos pela TV Brasil e em plataformas digitais (Facebook) da confederação. A narração será de Nivaldo Prieto, que trabalha na Fox Sports. O novo cenário abala a relação da entidade com a maior emissora do país, mas não chega a ser uma ruptura.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos