Líder discreto, Pratto conquista SP com gols e compromisso com Ceni

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Ale Cabral/AGIF

    Lucas Pratto, capitão do São Paulo, tem assumido papel de liderança já em seu 1º ano

    Lucas Pratto, capitão do São Paulo, tem assumido papel de liderança já em seu 1º ano

Em pouco mais de três meses, Lucas Pratto já se tornou um dos líderes dentro do elenco e assumiu a braçadeira de capitão. Sem polêmicas e com uma postura discreta, o centroavante argentino se firmou perante os colegas e a comissão técnica não só pelos nove gols marcados nas 16 partidas disputadas com a camisa tricolor.

Antes e depois do clássico com o Palmeiras, no sábado, por exemplo, o jogador deu uma demonstração de como gosta de agir com os companheiros. No vestiário, antes de a bola rolar, os jogadores fazem uma roda e o capitão costuma discursar. Pratto, ao contrário do que se poderia esperar, conversou com os colegas e disse que como o São Paulo contava com vários líderes, cada vez um iria falar. Na sequência, deu a palavra para o zagueiro Maicon, que, coincidentemente, começou a temporada como capitão. O atacante já avisou que pretende repetir a estratégia em outras partidas da equipe.

Quando o árbitro apitou o fim do jogo, o argentino, que tinha feito um gol e dado uma assistência para Luiz Araújo, era o mais procurado para falar com a imprensa. Em vez de assumir o protagonismo, ele preferiu não dar entrevista para deixar que os mais jovens tivessem o seu momento de exposição. 

Durante os jogos, o camisa 14 é, desde que chegou ao clube, um dos principais responsáveis por pegar os recados de Ceni. Contra o Defensa y Justicia, na Argentina, por exemplo, até bilhete com instruções o treinador enviou para o atacante. 

No auge da crise, com três eliminações consecutivas [Copa do Brasil, Campeonato Paulista e Copa Sul-Americana], ele não fugiu da responsabilidade. O argentino deu entrevista coletiva e falou que não se arrependia de ter trocado o Atlético-MG pelo São Paulo. Além disso, convocou os companheiros para discutir o momento e estudar possibilidades de como ajudar o treinador Rogério Ceni.

De quebra, até mesmo garoto-propaganda ele virou. Quando o clube fechou o seu patrocínio master com o banco Intermedium, ele apresentou a camisa nova do time nas redes sociais. Por essas razões, Pratto passou a ser visto como exemplo no São Paulo. Até o diretor executivo de futebol, Vinicius Pinotti, já declarou em algumas oportunidades que gostaria de ver os outros jogadores agirem como argentino no dia a dia. 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos